Rock in Rio: O fenômeno Iron Maiden incendeia a Cidade do Rock

Fumaça, fogo, fogos e muita histeria por todos os lados
 

Por Graça Paes, RJ

 

Iron Maiden (Divulgação)

Iron Maiden (Divulgação)

 

A festa chegava ao fim. Era o sétimo dia do evento que parou o Brasil, o mundo e mais uma vez transformou o Rio na capital mundial do Rock. Até dos camarotes o clima era de festa. O show de explosões de fumaça, fogos de artifício e labaredas saindo do crânio de um monstro que apareceram durante a apresentação da banda não deixou ninguém parado.

 

 

O layout do palco, o visual e o som dos anos 80 reforçaram a tese de que boa parte do heavy metal parou no tempo, mas que os fãs estão, e muito, satisfeitos e vibrantes com isso.

 

 

A banda apresentou para delírio de muitos “Moonchild” e “The prisioner”, principalmente para os metaleiros mais velhos e saudosistas que estavam por lá.

 

 

O show teve até crítica a nossa cerveja, já que Bruce lançou uma marca dele.

 

 

Para finalizar, foi show, show, show. O Iron mereceu encerrar a edição 2013 com a Cidade do Rock lotada, embaixo de chuva, mas calorosa.

0 comentários