PLANTÃO BARRA: Reunião mensal do 31º CCS apresenta novo comandante do 31º BPM

O Tenente Coronel Peixoto expôs o seu cronograma de trabalho para a região
 

Na manhã de segunda-feira, dia 9 de dezembro, foi realizada a reunião mensal do 31º Conselho Comunitário de Segurança em parceria com a ASSAPE (Associação Amigos da Península), no Barra Experience, no condomínio Península na Barra da Tijuca.

Reuniao-31ccs

 

Participaram do evento o novo comandante do 31º BPM, o Tenente Cel. PM Peixoto, o presidente do 31º CCS, Sr. Renato Silveira, a 1ª secretária do 31º CCS, Maria de Lourdes Wasserman, o presidente da ASSAPE, Sr. Marcelo , o inspetor Edney Teixeira da Guarda Municipal, o Tenente Cel. Bombeiro Albucacys, o subdelegado da 16º DP (Barra da Tijuca), Dr. Rodrigo Freitas que foi representado o delegado titular Dr. Fernando Reis, o Chefe de Operações da 12ª, Sr. Rayol, o subprefeito da Barra da Tijuca e adjacências, Tiago Mohamed, entre outros representantes das associações locais, o secretário de governo Orson Wells.

 

O novo comandante do 31º BPM abriu o encontro falando um pouco sobre os seus planos para a região durante a sua passagem pelo órgão, por ser morador do Recreio, garantiu que conhece bem os problemas locais.

 

“Moro na região há seis anos, com uma semana como comandante fiz o roteiro que as viaturas devem fazer. As cabines já estão com o policiamento reforçado, o efetivo está sendo ‘dividido’ para cobrir todas as cabines, e novos polícias devem ser enviados para a área no segundo semestre de 2014”, explicou.

 

Peixoto também falou que enquanto esse reforço não chega, a área está recebendo auxílio de outras instituições.

Comandante Peixoto

Comandante Peixoto

“As motos estão sendo usadas para auxiliar a combater a criminalidade da área, principalmente agora no verão. No último domingo 18 motos percorreram a avenida Lúcio Costa e fizeram quatro roteiros (quatro na Barra, duas no Recreio e duas no Itanhangá)”, disse.

 

Ainda de acordo com o novo comandante, o planejamento para o ano novo já está pronto e foi feito pelo comandante Amaral.
“Vou apenas complementar o que já está pronto, a minha ideia é fazer três pacotes de trabalho, o de aproximidade a comunidade, o de serviço e o de gestão de caráter individual. A minha obrigação não é reclamar do efetivo e sim aproveitar o que temos da melhor maneira possível”.

 

Peixoto também falou sobre a volta das Companhias da PM e a sua ideia de criar um centro de monitoramente nas dependências do 31º BPM.

 

“Fiz um estudo em Londres e vi como eles usam de maneira efetiva as câmeras de vigilância, a minha ideia é criar algo parecido nas dependências do 31º BPM, pois acho que os órgãos ganhariam muito com isso, mas esse plano ainda precisa ser estudado”, completou.

 

Alguns presentes perguntaram sobre a cavalaria que está sendo implantada no bairro, Peixoto explicou que no momento ela está funcionando apenas no Península e a escolha se deu devido a incidência criminosa, esse foi o critério utilizado.

 

Vários representantes estiveram com a palavra e fizeram algumas reclamações. Os assuntos mais debatidos foram: o aumento no índice de criminalidade na área, a falta de efetivo policial, o péssimo atendimento do 1746 e o DEDIC e o aumento da população carente em sinais de trânsito. Castrinho voltou a reivindicar alguma providência para o Rio Morto.

 

O subdelegado da 16ª DP, Renato Silveira, ressaltou a importância das informações da comunidade, ressaltou que um dos principais problemas enfrentados é a dificuldade em conseguir as imagens de alguns locais.

 

“Temos uma cultura de não entregar as imagens registradas em estabelecimentos comerciais, as instituições financeiras, por exemplo, quando são lesada de alguma maneira elas chegam, mas quando o problema são as saidinhas de banco, essa imagens simplesmente demoram a ser entregues”, ressaltou.

 

o Tenente Cel. Bombeiro Albucacys falou do trabalho que os bombeiros estão realizando na região, e afirmou que as equipes estão preparadas para enfrentar as fortes chuvas que podem ocorrer.

 

“Uma das minhas principais preocupações é com relação ao trânsito e as mudanças que estão ocorrendo na Ayton Senna. Há pouco tempo um motociclista bateu em um dos nossos carros, pois acabamos tendo problema de circulação”, explicou.

 

O subprefeito Tiago Mohamed disse compreender a preocupação de Albucacys e anunciou que esses problemas devem ser resolvidos a medida que as obras forem sendo finalizados.

 

“Provavelmente até o dia 24 de dezembro a ponte Estaiada vai ser inaugurada, quero deixar claro que a subprefeitura está sempre aberta ao diálogo e às sugestões”.

 

O biólogo Marcello Mello ressaltou a importância de haver um patrulhamento mais eficaz nas Lagoas da região. Pedido que será analisado.

 

Para a próxima reunião estão sendo esperados o secretário de Ordem Pública, Alex Costa, representando o poder municipal e também um representante do governo.

 

 

0 comentários