PLANTÃO BARRA: Secretário Municipal de Ordem Pública, Alex Costa, participa de reunião na Acibarrinha

O principal assunto debatido no encontro foi o transtorno causado pelas escolas da região
 

Por Joici Souza

O Secretário Municipal de Ordem Pública, Alex Costa, participou na manhã desta quarta-feira (29/01) de uma reunião com moradores e lideranças locais no auditório da Associação Comercial e Industrial do Largo da Barra, Itanhangá, Joá, Joatinga e Adjacências, Acibarrinha, com o apoio do Barralerta. O principal assunto em pauta foi o trânsito complicado na área, o secretário se comprometeu a tomar as medidas necessárias para aliviar os transtornos que são causados pelo fluxo de veículos junto às escolas locais.

Representante CET-Rio, Alex Costa e Eduardo Valeriano

Representante CET-Rio, Alex Costa e Eduardo Valeriano

 

“Eu já me comprometi a estudar a melhor forma de ajudar os moradores da área, como já havia falado na reunião anterior. Tivemos uma encontro com a responsável pela a área de projetos urbanos da Prefeitura, para falar sobre o melhor aproveitamento do solo na Barrinha, pois a região tem aumentado consideravelmente”, explicou.

 

Alex Costa falou também do trabalho que está sendo realizado junto às escolas para que sejam explicados as regras mínimas de convivência, para dessa maneira desafogar o trânsito.

 

“Dia 3 de fevereiro começa as aulas e espero que essas regras já sejam implantadas, talvez haja necessidade de realocar as placas que existem no bairro, ou seja, vai ter lugares que são permitidos estacionar agora, e que talvez não sejam mais no futuro, isso vai ser analisado caso a caso de acordo com o estudo realizado pela CET-Rio que será encaminhado para a secretaria”, explicou.
O secretário também disse que dependendo da necessidade, novos guardas municipais serão usados para ajudar a regularizar aqueles estabelecimentos, e motoristas, que insistirem em descumprir as regras.

 

“Iremos fazer uma campanha de conscientização e explicar onde será proibido estacionar, caso essa regra seja descumprida, iremos notificar novamente, porém se as tentativas se esgotarem, o passo seguinte é cassar o alvará do estabelecimento até que ele esteja dentro dos padrões exigidos”, disse.

 

A CET-Rio fez uma reunião com algumas escolas locais na sede da subprefeitura da Barra, e todas aquelas que participaram foram visitadas por um agente do órgão. Aquelas que ainda não foram notificadas, ainda serão visitadas por um representante da entidade.

 

Costa também ressaltou que a responsabilidade de estacionar as vans e ônibus escolares é da escola ou do prestador de serviço.
“A escola, ou prestador de serviço, precisa ‘arrumar’ um lugar apropriado para que o veículo possa parar até que chegue o horário de pegar novamente as crianças, o pais também precisam assumir as suas responsabilidades”, falou.

 

A mesa foi composta pelo presidente da Acibarrinha, Eduardo Valeriano, e um representante da CET-Rio.

 

0 comentários