PLANTÃO BARRA: 31 CCS debate o aumento dos índices de violência na região da Barra e do Recreio

A reunião também abordou as preocupações com o Morro do Banco no Itanhangá
 

Por Graça Paes, RJ

 _MG_7349

 

Na manhã de segunda-feira, dia  10 de março, foi  realizada a reunião mensal do 31º Conselho Comunitário de Segurança, no Shopping Metropolitano,  na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

 

 _MG_7350

 

Estavam presentes, o subprefeito da Barra e Jacarepaguá Tiago Mohamed, o presidente do 31º CCS Renato Gomes da Rocha,  o comandante Amaral do 31º BPM, o Tenente Cel. Peixoto e representantes do Corpo de Bombeiros e da Guarda Municipal, diversos síndicos, entre outros. 

 

 

 _MG_7351

 

O comandante Peixoto ressaltou as operações feitas no Morro do Banco e o policiamento que foi destacado para o carnaval. Pontuou que os problemas foram mínimos na região e que foram prontamente solucionados.

 

 

 

Moradores reclamaram o fato do canal das tachas não estar incluso na política de despoluição das lagoas da região.

 

 

 

Azaury, da AP-4, novamente reclamou do trabalho do DEDIC que não atende a demanda proposta.

 

 

 _MG_7348

O subprefeito Tiago Mohamed falou sobre as obras na região e respondeu perguntas sobre ocupações irregulares, ordenamento urbano, entre outras questões.

 

 _MG_7353

 

Castrinho finalizou o evento, mais uma vez ressaltando as atenções de todos para o Rio Morto, e também salientou sobre a importância da utilização de câmeras na região, a fim de registrar tudo o que ocorre para auxiliar as autoridades, em futuras investigações. Ele até relembrou o projeto apresentado há meses atrás em reunião realizada na Barralerta.

 

 

Na ocasião foi lamentada a ausência dos delegados da 16ª DP e 42ª DP da Barra e do Recreio.   

 

 

Por fim, o presidente do 31º CCS pontuou que um dos maiores problemas, no que tange a luta para a melhoria da região da Barra e do Recreio, e a falta de união entre os órgãos, associações e os próprios moradores, visando o coletivo, e não apenas seus próprios egos. Ele informou ter sido vítima de desconfiança de alguns membros do conselho e que também teve sua vida investigada.

 

 FOTOS GRAÇA PAES

 

 

0 comentários