PLANTÃO BARRA: Cidade das Artes celebra chegada da Orquestra Sinfônica Brasileira

A noite de gala foi realizada na segunda, dia 17, e contou com convidados ilustres da região
 

Por Graça Paes e Wanderson Awlis, RJ

 

_MG_8013 (640x427)

 

Na noite de segunda, dia 17, a Orquestra Sinfônica Brasileira da Cidade do Rio de Janeiro celebrou sua chegada à Cidade das Artes. Ela comemorou a nova sede num concerto emblemático que traz o lançamento da temporada 2014 e a primeira apresentação oficial na nova casa.

 

A atriz Lica Oliveira e o marido Jefferson (Foto de Graça Paes)

A atriz Lica Oliveira e o marido Jefferson (Foto de Graça Paes)

 

Estiveram presentes: A atriz Lica Oliveira e o marido Jefferson, a primeira dama da Vila Isabel Gabriela Alves com o marido Wilsinho e o carnavalesco Max Nunes, o ex-presidente do Flamengo e atual presidente da Câmara Comunitária da Barra – CCBT Delair Dumbrosck  com a esposa e a enteada, o presidente da cidade das artes Emilio kalil, o jornalista e apresentador Sidney Rezende, Ilda Santiago, organizadora do Festival do Rio, com o marido, o presidente da Carvalho Hosken Carlos Carvalho, acompanhado do filho Carlos Felipe e da esposa, o presidente da AMAR Luiz Igrejas, o editor do jornal Caminho das Vargens Delfim Aguiar, o subsecretário de transportes de Rio das Ostras, Dr. Márcio Dias, entre outros.

 

Carlos Felipe, Dr.Carlos Carvalho e Heliana Lustman (foto de Graça Paes)

Carlos Felipe, Dr.Carlos Carvalho e Heliana Lustman (foto de Graça Paes)

 

Segundo Carlos Carvalho, o objetivo da empresa agora é também focar cada vez mais em eventos culturais. “Sempre que possível procuraremos apoiar qualquer iniciatva cultural. A Orquestra Sinfônica Brasileira é mais do que merecedora de todo o prestigio e importância que tem e despensa apresentações. A parceria com a OSB vai beneficiar a todos na região da Barra com o fomento da cultura”, disse.

 

“2014 será o ano cultural da Barra da Tijuca”, isso é o que afirma o jornalista Sidney Rezende, um dos convidados do evento. Ele observou ainda que o investimento cultural será o foco das empresas que já investem na Barra. “Os empreendedores sempre estiveram com os olhos voltados para essa região que não para de crescer. Agora, com um patrimônio desses como a Cidade das Artes e a Orquestra Sinfônica Brasileira juntas, eles irão investir cada vez mais para difundir uma vida cultural por aqui. São encontros como esses que geram grandes possibilidades e só beneficia o público, que pode contar com mais opções de entretenimento próximo de casa”, pontuou.

 

A OSB, comandada pelo seu maestro titular Roberto Minczuk, ofereceu ao público, em sua noite de estreia na nova casa, um espetáculo com danças brasileiras e duas importantes peças do repertório norte-americano: “Danças Sinfônicas de West Side Story”, de Leonard Bernstein; e “Porgy and Bess”, de George Gershwin.

 

Emilio kalil, presidente da Fundação Cidade das Artes  (Foto de Graça Paes)

Emilio kalil, presidente da Fundação Cidade das Artes (Foto de Graça Paes)

 

Antes de iniciar o espetáculo, o presidente da Fundação OSB, Eleazar de Carvalho Filho, falou sobre o histórico concerto que marca a estreia oficial da OSB na Cidade das Artes. “Esse é um momento único na história da OSB. Há 74 anos eles buscam um lugar prórprio e agora finalmente conseguiram uma sede. Iremos transformar num ambiente único para a música e músicos. Este é o primeiro passo de muitos que estamos escrevendo na história artística do país”, contou emocionado.

 

GALERIA DE FOTOS:

 

FTS GRAÇA PAES

0 comentários