Após nova Lei Seca, Polícia Rodoviária Federal amplia prisões em 42%

1716 motoristas embriagados foram retirados das estradas e autuados
 

 A fiscalização neste ano contra motoristas que dirigem embriagados nas estradas federais foi a mais rigorosa e ampla da história do país, informou nesta quarta-feira a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Graças à nova Lei Seca, que institui mais tipos de prova para a configuração de crime de trânsito, a quantidade de prisões subiu para 42% do total de motoristas reprovados.  

 

Desde a sanção presidencial da nova lei, no final de dezembro último, até a meia-noite de desta quarta-feira (2), a Polícia Rodoviária Federal aplicou 70.855 testes de embriaguez, 1716 motoristas embriagados foram retirados das estradas e autuados – desses, 723 foram presos em flagrante por crime de trânsito. Os dados foram divulgados pela PRF nesta quinta-feira (3).   Nos primeiros 11 meses de 2012 (quando o índice de recusa em assoprar o bafômetro era de 53%), 29% dos motoristas reprovados no bafômetro eram presos.  

 

Fonte: Portal Planalto

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.