Rede Cinesystem Cinemas reforça plano de expansão

Até 2014 serão 180 novas salas em 10 estados brasileiros
 

A Rede Cinesystem Cinemas vai investir R$ 13 milhões para inaugurar nove salas digitais (pelo menos quatro delas 3D) no Recreio dos Bandeirantes, na capital carioca. O multiplex ficará no Américas Shopping – que é o primeiro do Brasil a ter o certificado AQUA – e também terá grande preocupação ambiental. Com capacidade para dois mil lugares, um dos diferenciais do projeto é o tratamento acústico que será aplicado nos ambientes. Feito normalmente com lã de vidro, o acabamento interno para revestir paredes e tetos das salas do Américas Shopping será de lã de PET, um material reciclado.

 

 O projeto integra o Plano de Expansão da Rede Cinesystem Cinemas, que é hoje uma das principais exibidoras do país, com 73 salas em operação, distribuídas por Rio de Janeiro, São Paulo, Maranhão, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Em 2012, a empresa abriu 30 novas salas distribuídas em unidades no Rio de Janeiro, Hortolândia (SP), Londrina (PR), Imperatriz (MA) e Vila Velha (ES). Para 2013, a previsão é de abrir 25 novas salas em Arapiraca (AL), Maceió (AL), Contagem (MG) e Rio Grande (RS) e, para 2014, 62 novas salas nos estados do Pará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Com isso, a Rede chegará a aproximadamente 180 salas em 10 estados brasileiros. De acordo com Jane Gambarin, gerente de Expansão da Rede Cinesystem Cinemas, as novas unidades são instaladas em cidades estratégicas à ampliação, municípios que se encontram em franco crescimento socioeconômico e que investem em shopping centers. Ano após ano, a Rede Cinesystem Cinemas vem ganhando espaço no mercado exibidor brasileiro, principalmente, por estar sempre na vanguarda e investindo alto em tecnologia de ponta, fator muito presente também no planejamento da empresa para os próximos dois anos, com complexos 100% digitais e com, em média, 40 a 50% das suas salas em 3D.

 

“A Cinesystem foi a primeira rede brasileira a utilizar somente projetores digitais nos seus novos complexos e dispor de mais uma inovação. Nossos novos multiplex, por serem 100% digitais, não utilizam mais a tradicional cabine de projeção. Os projetores, totalmente automatizados, ficam na sala de exibição e podem ser controlados à distância”, destaca Jane Gambarin. Além de uma qualidade impecável de som e projeção, estas novas tecnologias permitem uma enorme flexibilidade na programação de filmes.

 

Autosserviço Outra novidade dos novos multiplex que compõem o Plano de Expansão da empresa é o sistema de “autosserviço”, onde o cliente compra os ingressos em estações de vendas com monitores touch screen e também se serve sozinho dos produtos oferecidos na bomboniére. Com isso, há um aumento na variedade de produtos, mais liberdade de escolha e o cliente faz suas compras no seu tempo.

 

“Em 2011, inauguramos o primeiro complexo 100% digital do País, no Shopping Via Brasil (Rio de Janeiro) e agora somos a primeira empresa a trabalhar com o conceito de autosserviço em cinema”, afirma Jane Gambarin.

 

Poltronas

 

 A variedade inédita de poltronas também é destaque nas novas unidades da Rede Cinesystem Cinemas. Além das tradicionais, que tem mais espaçamento, braços mais largos e são feitas de couro ecológico, a empresa está investimento em poltronas Premium, que oferecem mais espaço para reclinar o encosto, é mais sensível ao peso e tem um estofamento mais macio que as tradicionais. Outras opções são a Namoradeira, em que o braço pode ser levantado para que o casal fique mais juntinho, a Grande Fã, que são poltronas maiores, e a de alta tecnologia, com efeitos de movimento especificamente programados para cada filme e perfeitamente sincronizados com toda a ação na tela, proporcionando uma experiência cinematográfica ainda mais realista.

 

Cinépic

 

Uma projeção cinematográfica digital com capacidade para exibir filmes produzidos em 24, 48 e 60 quadros por segundo em uma super tela de 180 m². Isto é o que oferece a “Cinépic”, a nova sala tecnológica da Rede Cinesystem Cinemas. Para se ter um cenário do que representa esta evolução, este sistema, baseado na tecnologia 4K, tem uma qualidade de imagem superior ao Full HD e é duas vezes superior ao oferecido atualmente pela tecnologia 2K, utilizada na maioria das salas de cinema digital do País. Utiliza, ainda, som digital espacial de última geração.

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.