Caixa tem lucro recorde de R$ 6,1 bi em 2012

Com o objetivo de ampliar as condições de atendimento, foram contratados 11 mil novos empregados, aumentando o quadro de pessoal próprio para 93 mil colaboradores
 

A Caixa Econômica Federal encerrou o ano de 2012 com lucro líquido acumulado de R$ 6,1 bilhões, 17,1% maior que o obtido em 2011, e retorno médio de 27,2%. O total de ativos administrados em dezembro era de R$ 1,3 trilhão. Desse valor, R$ 702,9 bilhões referem-se a ativos próprios, evolução de 37,8% em relação a dezembro de 2011. O resultado da Instituição foi impulsionado pela sua carteira de crédito, que evoluiu 42% nos últimos 12 meses e encerrou o ano com saldo de R$ 353,7 bilhões.

 

O Rio de Janeiro registrou, em 2012, saldo na sua carteira de crédito de R$ 41,8 bilhões, equivalente a 36,6% de aumento em comparação com 2011.

 

A expansão da carteira foi influenciada pelo Programa CAIXA Melhor Crédito, lançado em abril, que tem como pilares a redução das taxas de juros e o aumento do volume de recursos disponíveis ao mercado, além da orientação para o crédito consciente.

 

A CAIXA observa com rigor as melhores práticas de gestão de risco, as quais garantiram a manutenção em 2,08% do índice de inadimplência, praticamente o mesmo patamar apresentado ao final de 2011. Em dezembro, cerca de 92% do crédito na CAIXA estava concentrado nos ratings AA a C, enquanto o índice de Basiléia encerrou o ano em 13,0%, 2 p.p. acima do limite mínimo exigido.

 

No ano, 6,7 milhões de novos correntistas e poupadores iniciaram relacionamento bancário com a CAIXA. Apenas correntistas no segmento de pessoas físicas foram 3,1 milhões, incluindo as contas CAIXA Fácil, enquanto no segmento de pessoas jurídicas foram 350 mil. Dessa forma, a base de clientes totalizou 65,2 milhões, uma evolução de 11,4% em relação ao ano anterior.

 

O ano de 2012 foi marcado por forte investimento na expansão da rede de atendimento. Dos R$ 3,2 bilhões investidos, foram aplicados R$ 1,0 bilhão na abertura de 653 novas unidades – 559 agências e 94 postos de atendimento (PA) – e outros R$ 2,2 bilhões na infraestrutura de suporte aos negócios.

 

Com o objetivo de ampliar as condições de atendimento, foram contratados 11 mil novos empregados, aumentando o quadro de pessoal próprio para 93 mil colaboradores.

 

Destaca-se ainda que em 2012 a CAIXA injetou cerca de R$ 530 bilhões na economia, referentes a contratações de crédito, programas de governo, remuneração de pessoal, além de tributos e encargos sociais destinados ao Governo Federal, estados e municípios. Outros R$ 4,7 bilhões arrecadados pelas Loterias foram repassados à sociedade por meio dos respectivos ministérios responsáveis, para aplicação em saúde, esportes e segurança.

 

Para o presidente da CAIXA, Jorge Hereda, “em 2012 o banco consolidou sua relevância no mercado financeiro, assumindo a liderança do processo de redução das taxas de juros adotadas pelos bancos brasileiros e realizou fortes investimentos na ampliação da capacidade de atendimento aos seus clientes”. “Além disso, trabalhamos a eficiência corporativa como um valor para garantir a geração de resultados sustentáveis”, comentou.

 

Assessoria

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.