Aldo Rebelo diz que agressão de torcedores à delegação do Palmeiras em Buenos Aires foi lamentável

Goleiro teve o rosto ferido durante a confusão
 

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, condenou as agressões cometidas na manhã de hoje (7) por torcedores palmeirenses contra jogadores do time, que perdeu do Tigre por 1×0, em jogo da Copa Libertadores 2013, ontem (6), em Buenos Aires, na Argentina. Segundo o ministro, o episódio é lamentável e os agressores precisam ser punidos.

 

“Esse episódio não pode se repetir. O time, seus jogadores e dirigentes não podem ser submetidos a isso. Futebol não é para isso. Os torcedores não têm direito de comprometer o futebol com esse tipo de violência. O Judiciário e a polícia precisam tomar as providências para identificar e punir os responsáveis”, disse Rebelo.

 

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, que participou de reunião com o ministro e o secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Jérôme Valcke, no Rio de Janeiro, também condenou o episódio. O clube divulgou nota de repúdio nesta tarde e informou que vai tomar providências sobre o ocorrido.

 

O incidente ocorreu no embarque da delegação de volta ao Brasil, no Aeroporto Jorge Newbery, em Buenos Aires. O goleiro Fernando Prass e o atacante Jorge Valdivia prestaram queixa à polícia argentina, o que atrasou a saída do voo. Prass teve o rosto ferido durante a confusão, que começou na área de embarque. Não é o primeiro conflito entre jogadores e torcedores do clube.

 

Fonte – Ag Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.