Casa da Leitura inicia série que abre espaço para novos nomes da dramaturgia brasileira

Todas as atividades têm entrada grátis e a Casa da Leitura fica na Rua Pereira da Silva, 86, no bairro das Laranjeiras, zona sul do Rio
 

Uma peça inédita nos palcos cariocas e inspirada em textos de Machado de Assis e Nelson Rodrigues abriu a programação deste ano da série Leituras Dramatizadas do projeto Terças Culturais, da Casa da Leitura da Fundação Biblioteca Nacional (FBN). Baseada em vivências reais de componentes do elenco, O Peso em Seu Travesseiro, de João Paulo Nóbrega, foi desenvolvida por meio de exercícios do Teatro do Oprimido, de Augusto Boal.

 

O autor conduz a leitura da peça, que aborda as relações de um casal contemporâneo entre o desejo e o ciúme. A escolha do texto para abrir a série resulta da proposta da Casa da Leitura de abrir espaço para a nova geração de dramaturgos brasileiros.

 

Segundo a coordenadora da Casa da Leitura, Carmem Pimentel, a preocupação em dar oportunidade aos novos autores também está presente nas demais séries do projeto Terças Culturais. “O objetivo é não só divulgar os novos talentos literários, mas também fazer com que as pessoas saiam estimuladas a ler as obras e a adquirir um interesse maior pela leitura”, disse.

 

Sede do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler), a Casa da Leitura abre semanalmente as portas de seu teatro para atividades ligadas à literatura. Ao longo de cada mês, são quatro terças culturais, cada uma dedicada a um tema.

 

Além das dramatizadas, há as leituras musicais, recitais em que as músicas e suas letras são apresentadas de forma didática; Cineliteratura, com a exibição de filmes inspirados em obras literárias, seguida de debates sobre os roteiros, e Livros e Autores, encontros em que escritores, novos ou consagrados, fazem palestras sobre suas obras.

 

Todas as atividades têm entrada grátis e a Casa da Leitura fica na Rua Pereira da Silva, 86, no bairro das Laranjeiras, zona sul do Rio.

 

Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.