Dispara o crescimento de franquias do setor de limpeza e conservação, conforme dados da ABF

Com 44,5% de aumento no faturamento, setor é reaquecido graças à demanda por serviços como os oferecidos pela Restaura Jeans
 

A ABF – Associação Brasileira de Franchising acaba de divulgar os números oficiais do franchising no Brasil em relação ao desempenho do sistema em 2012. Surpreendentemente, o segmento de Limpeza e Conservação obteve um incremento de 44,5% no faturamento, ficando atrás apenas de Hotelaria e Turismo.

O número é fácil de justificar. Com o aumento da verticalização residencial e a necessidade cada vez maior de ter praticidade para realizar os serviços domésticos, o setor de limpeza e tem experimentado um momento de crescimento, inclusive em cidades menores. Por isso, até mesmo locais no interior do Brasil são um terreno fértil para os negócios do segmento. Segundo o Sindilav – Sindicato Intermunicipal de Lavanderias de São Paulo, abrir uma franquia, com o benefício de chegar ao mercado com uma marca já conhecida e consolidada, tem sido, assim, uma opção viável para muitas pessoas que querem ter seu próprio negócio, o que impulsiona a ampliação dos negócios, com boas perspectivas para o ano que começa.

A Restaura Jeans, marca que oferece diversas soluções para tratamento de roupas e peças de couro, teve um crescimento de faturamento de 9%. “2012 foi um ano em que investimos na infra-estrutura da franqueadora, aprimoramos o atendimento ao franqueado e também criamos promoções, como o sorteio de um carro entre os clientes. Nosso crescimento de faturamento foi bastante significativo”, diz Flavio Conrad, franqueador. Ele vê um bom momento do setor e pretende abrir mais 30 lojas em 2013, alcançando 260 unidades franqueadas.

A Restaura Jeans é uma rede composta por mais de 230 lojas e pontos licenciados que oferecem lavanderia, tingimento, costura, customização e serviços especiais para roupas e acessórios de couro, incluindo renovação, cuidados e customização de calçados e bolsas. Com forte preocupação ecológica, a marca tem como filosofia o fato de que “quem ama não joga fora”. Afinal, reformar e renovar peças do guarda roupa diminui a quantidade de lixo, além de que, para isso, são necessários menos recursos do que para produzir peças novas. O processo de tingimento da Restaura Jeans é industrial, ou seja, o mesmo utilizado pelas confecções no tingimento de peças novas. São mais de 50 opções de cores e efeitos, sendo que há lançamentos o ano todo. Com isso, o ato de tingir roupas tornar-se um hábito de quem procura economia, diferenciação e cuidado com o meio ambiente.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.