Igreja Universal diz que vai à Justiça por inclusão de Edir Macedo em lista da “Forbes”

Universal quer processar revista por divulgar o valor da riqueza de Edir Macedo
 

 

Na segunda-feira (4/3), a Igreja Universal do Reino de Deus contestou a inclusão de seu líder, o bispo Edir Macedo, na lista de bilionários da revista Forbes, informou a Folha de S.Paulo. Em nota, a igreja afirma que tomará, a exemplo do bispo, as “medidas judiciais cabíveis” contra a publicação.
 

Crédito:Divulgação
Universal quer processar revista por divulgar o valor da riqueza de Edir Macedo
 
 
De acordo com a publicação, Macedo, que apareceu pela primeira vez na lista anual de pessoas mais ricas do mundo, possuiu uma fortuna estimada em US$ 1,1 bilhão (R$ 2,2 bilhões) e ocupa a 1.268ª posição do ranking. Entre os brasileiros, ele é o 41º mais rico.
 
 
 
Segundo a Universal, o único bem que o bispo possui é a Rede Record, do qual “não recebe salários, nem tem retirada de lucros”. “Não vive dessa atividade, mas é dependente do seu próprio trabalho como pastor evangélico”, explica a nota.
 
 
 
O texto afirma ainda que o bispo doou os imóveis que tinha para a Universal, “imóveis estes que foram adquiridos com seus próprios recursos de direitos autorais”.
 
 
 
A igreja qualifica as informações sobre a riqueza de Macedo como “mentirosa”, alegando que a reportagem foi baseada em “velhas mentiras” publicadas na imprensa. “[Mentiras] repetidas por aqueles que fazem do preconceito contra a fé o motor de sua cobiça sem fim pelo poder, sempre tentando manipular a opinião pública”, prossegue a nota.
 
 
 
A Universal também questionou a motivação da reportagem da Forbes e afirmou que não foi procurada pelos jornalistas da publicação.
 
 
 
“O bispo Edir Macedo é um líder evangélico respeitado por milhões de pessoas no Brasil e no mundo, cuja única riqueza é a fé que o tem levado há quase 50 anos a dedicar sua vida ao evangelho e a ajudar as pessoas. Basta verificar os milhares de testemunhos espalhados pelo mundo afora”, finaliza a nota.
 
 
Reportagem
A Forbes afirmou que não está claro onde Macedo conseguiu o dinheiro para comprar a Rede Record. A publicação destacou que as investigações sugerem o uso de verbas da igreja para a compra da emissora.
 
 
 
O texto relata ainda que Macedo possuiu uma emissora de televisão nos EUA e destaca a sua biografia “Nada a perder”,é líder entre os livros mais vendidos no Brasil por seis semanas consecutivas.

0 comentários