Trabalho sob D.Pedro I é destaque em museu da USP

A redescoberta de D. Pedro I, D. Leopoldina e D. Amélia Profª. Valdirene do Carmo Ambiel
 

 

No Dia 11 de março, às 20:30 horas,  haverá a exposição dos trabalhos de exumação dos restos do Imperador D. Pedro I e suas esposas as Imperatrizes D. Leopoldina e D. Amélia, realizados na cripta do Monumento do Ipiranga, em São Paulo. A notícia trouxe à luz preciosos e reveladores dados sobre aquelas augustas figuras de nossa História e ensejou manifestações de mestres, especialistas e do público em geral.

 

Tal trabalho constituiu o núcleo da tese de Mestrado da arqueóloga Valdirene do Carmo Ambiel, no âmbito do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, que consumiu três anos de estudos e pesquisas, o último deles voltado à exumação propriamente dita dos corpos e seu exame por professores das várias disciplinas envolvidas, com a utilização dos mais modernos recursos científicos da USP.

 

Vem ele ensejando uma renovação do interesse – até mesmo de pessoas alheias ao pensamento monárquico – por nosso passado Imperial e por aqueles vultos pátrios, protagonistas de páginas insignes. “Unimos as ciências com o objetivo de enriquecer a história do Brasil”, ressaltou a Profª Valdirene.

 

Sob os auspícios de S.A.I.R. o Príncipe D. Luiz de Orleans e Bragança, Chefe da Casa Imperial do Brasil, e para possibilitar aos monarquistas e amigos da Família Imperial um mais próximo conhecimento dessa tão importante realização acadêmica, a Pró Monarquia pediu à Profª Valdirene que fizesse entre nós uma apresentação de seu trabalho de Mestrado (*) objeto de defesa frente à Banca examinadora do já mencionado Museu no dia 18/02/13, ao que ela acedeu com grande satisfação.

 

O evento terá a participação do médico legista Prof. Dr. Luiz Roberto Fontes, que teve destacado papel nos trabalhos de exumação, e da Profª Maria Isabel D’Agostino Fleming, representando o Museu de Arqueologia e Etnologia.

 

 

Pró Monarquia Rua Itápolis, 873 – Pacaembu 01245-000 São Paulo – SP

0 comentários