Volume de cheques sem fundos cai pelo segundo mês consecutivo, aponta Serasa

Roraima continua a liderar o ranking dos estados com maior percentual de cheques devolvidos, com 13,03%
 

O volume de cheques devolvidos no país teve redução de 0,12 ponto percentual em fevereiro (1,9%) na comparação com o mês anterior, segundo levantamento divulgado pela empresa de consultoria Serasa Experian. Também houve decréscimo em relação a fevereiro do ano passado, quando o índice ficou em 2%. Em números absolutos, foram devolvidos cerca de 1,2 milhões de cheques e 64,5 milhões foram compensados.

 

Na comparação com o primeiro bimestre do ano passado (1,97%), o percentual de cheques sem fundos em janeiro e fevereiro de 2013 (1,96%) ficou relativamente estável. Para os economistas da Serasa, o segundo recuo mensal consecutivo acompanha a a trajetória de queda da inadimplência total. Esse quadro tem relação com “o baixo desemprego, a evolução da renda e as renegociações de dívidas”, assinala a nota da empresa de consultoria.

 

Roraima continua a liderar o ranking dos estados com maior percentual de cheques devolvidos, com 13,03%. O Sergipe e o Acre aparecem em seguida, com 8,61% e 8,41%, respectivamente. São Paulo, por outro lado, tem o menor índice, com 1,42%. O Amazonas e o Rio de Janeiro, ambos com taxa de 1,47%, também figuram no fim da lista.

 

Entre regiões, o índice do Norte (4,14%) é mais do que o dobro da média brasileira (1,9%). O Nordeste aparece em seguida, com 3,6%. O percentual de cheques não compensados no Centro-Oeste é 2,84% e no Sul, 1,99%. Já o Sudeste (1,54%) registrou taxa menor do que a média do país.

 

Agência Brasil

0 comentários