Cidades-sedes se preparam para Copa das Confederações

A 50 dias para a Copa das Confederações da Fifa 2013
 

 

Logomarca da Copa das Confederações | Divulgação

 

A 50 dias para a Copa das Confederações da Fifa 2013, que será realizada de 15 a 30 de junho, as seis cidades-sedes se preparam para os jogos do campeonato. Belo Horizonte, Fortaleza e Salvador já inauguraram seus estádios. Os torcedores aos poucos se familiarizam com as arquibancadas de Mineirão, Castelão e Fonte Nova. Neles, já houve disputas de campeonatos regionais e, no caso da capital mineira, também um amistoso com a Seleção Brasileira em campo.

 

Os jogos funcionaram como “evento-teste”. O Comitê Organizador Local (COL) já testou cinco áreas operacionais no Castelão, no jogo Fortaleza x Ceará de 14 de abril, e outras 14 no Mineirão, durante a partida Brasil x Chile da última quarta-feira, dia 24. Em Salvador, sete áreas serão observadas no próximo domingo (28) em mais um clássico regional, entre Vitória e Bahia. Enquanto isso, em Pernambuco, a torcida vive a expectativa de ocupação dos assentos da nova arena. Entregue ao COL em 14 de abril, o estádio construído em São Lourenço da Mata, na região metropolitana do Recife, já abriu as portas à visitação pública. No dia 22 de maio será realizado o primeiro jogo profissional: um amistoso entre Náutico e um time que ainda será divulgado.

 

A ocasião será o evento-teste oficial do estádio. Uma semana antes, no dia 14, operários farão uma partida no novo campo. Veja infográfico com a tabela de jogos da Copa das Confederações No Rio de Janeiro, o Maracanã reformado será entregue neste sábado (27.04). Uma partida entre os amigos dos ex-jogadores Bebeto e Ronaldo vai inaugurar o campo no mesmo dia. Mas o grande desafio para o palco da final da Copa das Confederações será em 2 de junho, com o amistoso entre Brasil x Inglaterra. Quando o torneio dos campeões começar em 15 de junho com a partida entre Brasil e Japão, as atenções estarão voltadas para a capital federal.

 

O Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, sede da abertura, terá o gramado plantado nos próximos dias. Plantado numa fazenda em Sergipe, ele está sendo transportado em carretas refrigeradas. A arena seria entregue em 21 de abril, mas houve um adiamento para 18 de maio, quando receberá também a final do campeonato local. Uma semana depois, no dia 26, Santos e Flamengo farão a abertura do Brasileirão no novo estádio, enquanto o COL testará equipes, equipamentos e serviços. Planejamento operacional As seis cidades que vão receber os jogos da Copa das Confederações já realizaram encontros de planejamento operacional. Representantes de governo, do COL e especialistas de diversas áreas – energia, telecomunicações, segurança, cultura, aviação, transporte e mobilidade discutiram de forma prática o andamento dos trabalhos, definiram atitudes essenciais para a realização dos planos e alinharam as ações para o megaevento em Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador.

 

O esquema operacional dos aeroportos, por exemplo, já está definido. O planejamento do setor de Aviação Civil para a competição foi anunciado em 18 de abril e inclui um plano geral, que cuida do espaço aéreo, das vagas para aeronaves e do funcionamento dos aeroportos. Nesse contexto, foram estipulados os procedimentos para recepcionar os diferentes públicos que vão passar pelos terminais, como chefes de Estado, delegações e seleções de futebol, comissão de arbitragem e espectadores. O manual foi desenvolvido a partir dos dados coletados sobre a venda de ingressos para os jogos da competição. 4G nas seis sedes Os investimentos na melhoria da infraestrutura de comunicação estão entre as ações em curso.

 

A tecnologia 4G já está comercialmente disponível nas seis sedes do torneio. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, informou, na última quarta-feira (24.04), que a Telebras construiu as redes que vão dar suporte à tecnologia nos seis estádios, concentrações das Seleções de futebol e centros de imprensa. Além disso, a Anatel fez acordo com as operadoras para garantir a cobertura de internet dentro das arenas. O ministro também divulgou que Infraero e operadoras de telefonia fizeram os acertos para instalar mais antenas e ampliar a cobertura de internet 3G e 4G nos aeroportos.

 

A previsão é que as melhorias já sejam percebidas pelos usuários durante a competição. Segurança Em dias de jogos da Copa das Confederações, todo o efetivo de segurança pública em cada cidade-sede será mobilizado, de acordo com a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (Sesge), do Ministério da Justiça. O planejamento inclui cerca de 3 mil homens trabalhando no local das partidas e nos arredores. Eles vão atuar em áreas específicas para profissionais de segurança pública, sempre de forma integrada com os seguranças privados contratados pelo COL. O comitê estima que, em cada estádio, serão empregados cerca de 2 mil homens, entre seguranças patrimoniais e stewards, agentes que mesclam a função de vigilantes com a de orientadores de público.

 

Cada sede terá ainda uma força de contingência militar, para pronta-resposta em caso de incidentes. A defesa aeroespacial e marítima será reforçada e as fronteiras serão alvo de extensa operação durante o mês de maio, para coibir crimes e dar mais segurança para a Copa das Confederações, como ressaltou a presidenta Dilma Rousseff na coluna semanal “Conversa com a presidenta” da última terça-feira (23). Equipes que participam reúnem 12 títulos mundiais As seleções que estarão em campo reúnem nada menos que 12 títulos mundiais. São cinco do Brasil, quatro da Itália, dois do Uruguai e um da Espanha. Completam a lista de participantes México, Japão, Nigéria e Taiti. O Grupo A tem Brasil, México, Japão e Itália. No Grupo B estão Espanha, Uruguai, Nigéria e Taiti. As equipes jogam em turno único dentro da chave. Os dois melhores de cada grupo se classificam para as semifinais.

 

Fonte: Portal Planalto com informações do Portal da Copa

0 comentários