Ministério do Turismo participa de ação contra o tráfico de pessoas

Pasta vai conclamar trade turístico para colaborar com medidas de prevenção, repressão e responsabilização ao crime
 

O Ministério do Turismo participará efetivamente do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas 2013-2016, iniciativa do governo federal para combater essa modalidade de crime no país. O coordenador-geral de Turismo Sustentável e Infância do MTur, Adelino Neto, representante da pasta no Grupo Interministerial de Monitoramento e Avaliação do plano, esteve presente na reunião de apresentação do projeto na Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça.

O MTur terá participação ativa em nove ações. Em uma delas, será responsável por elaborar uma agenda de trabalho conjunta com atores nacionais e internacionais do setor de agências de viagens. O objetivo é incorporar o tema na agenda dos diálogos de profissionais e líderes do setor, para que colaborem com as medidas de prevenção, repressão e responsabilização ao tráfico de pessoas. A expectativa é de que a ação seja realizada ao longo de 2014 e 2015.

Para Adelino, o MTur participa de ações articulada com os diversos atores públicos e privados, somando esforços para o efetivo enfrentamento ao tráfico de pessoas. “Traficar pessoas por meio do turismo é uma das maiores violações de direitos humanos, que torna o ser humano uma mercadoria”, disse Neto. “Isso é crime e deve ser combatido com ações de repressão e prevenção junto ao trade turístico”, pontuou o coordenador.

O PLANO – Elaborado por meio de um amplo processo de diálogos – que resultou em sugestões de ações a serem implementadas pelo governo brasileiro, por meio de políticas públicas integradas – o plano exige do grupo de trabalho ações minuciosas: validar os prazos de entrega das metas; propor recomendações à coordenação tripartite quanto às dificuldades de sua implementação; elaborar relatório de monitoramento e avaliação; e promover a difusão do plano junto a órgãos e entidades governamentais e não governamentais.

 

Ministério do Turismo

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.