Vampiros de André Vianco estão de volta

Editora Novo Século lança A Noite Maldita: As crônicas do fim do mundo
 

Após dois anos sem escrever sobre o tema que o consagrou, André Vianco retorna ao mundo das trevas com sua nova obra, A Noite Maldita. A história é ambientada 30 anos antes dos acontecimentos relatados na saga Vampiro Rei (Bento, Cantarzo e Bruxa Tereza) e conta como tudo começou, desde a epidemia que adormecia as pessoas e as transformava em vampiros até as primeiras mobilizações de resistências. 

Grandes cidades brasileiras destruídas, bombeiros apagando incêndios em massa, panes nas centrais de sistema elétrico e o caos dominando o que antes fora cotidiano.

“O centro da cidade num caos absoluto, todos os meios de comunicação fora do ar, contribuindo para a crescente sensação de insegurança e baderna. Agora aquilo, um homem que, até que se provasse o contrário, era um vampiro, um vampiro com dente e tudo e que tinha escapado depois de tomar um tiro no coração. Acharia fabuloso, não fosse tétrico.”

O livro conta a história de Graziano, um sargento da polícia militar que em meio à busca de sua irmã e seus sobrinhos, tenta cumprir seu papel, agora cada vez mais difícil, de proteger a sociedade. Sob sua liderança, após uma fuga inigualável, um grupo de pessoas encontrará refúgio em um hospital do interior.

“Graziano viu os olhos daquela criatura brilharem vermelhos e não perdeu um segundo, desenhando então um arco horizontal, tendo a lâmina do sabre encravada nos ossos do pescoço do monstro. Puxou a espada, deixando aqueles dois feridos se debatendo no chão.

— Como vocês podem feder tanto? — berrou Graziano.
Então, três daquelas criaturas pularam em cima dele, enquanto outras três ganhavam a rua e, como bestas descerebradas, corriam em direção ao alvoroço em torno da infantaria e dos parentes de doentes que tinham ido para o meio da rua. Os agressivos pareciam atraídos pelo cheiro ferruginoso do sangue que vertia dos feridos.”

A Noite Maldita é leitura obrigatória para os leitores que queiram se inserir no universo fantástico de Vianco, um dos maiores autores brasileiros da atualidade e essencial para os que já acompanharam os seus outros livros.

 

Assessoria

1 comentário