Abertas as inscrições para o XXVII Prêmio Jovem Cientista

“Água: desafios da sociedade” é o tema desta edição, que vai distribuir mais de R$ 700 mil em prêmios
 

Estão abertas, até 30 de agosto, as inscrições para o XXVII Prêmio Jovem Cientista. Estudantes do ensino médio, estudantes do ensino superior, mestres e doutores de todo o país podem concorrer. As inscrições devem ser feitas pelo site www.jovemcientista.cnpq.br. Alunos do ensino médio têm também a opção de enviar suas pesquisas pelos Correios.

 

Nesta edição, a iniciativa convoca os jovens a encontrar soluções para os desafios da gestão dos recursos hídricos. A superfície da Terra é coberta por 1,4 bilhão de quilômetros cúbicos de água. Sua roupagem azul, que tanto encantou o astronauta Yuri Gagarin, pode nos fazer acreditar que a água nunca faltará ao homem. Já se sabe, entretanto, que apenas 0,003% desse volume pode ser aproveitado para saciar a sede, fazer a higiene e irrigar a agricultura. E essa pequena quantia é ainda ameaçada pelo desperdício e a poluição. Muitos são os problemas, mas muitas são também as formas de resolvê-los. Pensando nisso, o Prêmio Jovem Cientista aborda em 2013 o tema “Água: desafios da sociedade”. 

 

Estudantes do ensino superior, mestres e doutores poderão inscrever trabalhos relacionados a uma das seguintes linhas de pesquisa:

 

  • Gestão inovadora dos recursos hídricos aplicada ao uso do solo e à gestão ambiental;
  • Tecnologias inovadoras para despoluição de bacias hidrográficas e sua integração com as dos sistemas estuários e zonas costeiras;
  • Ecotecnologias no tratamento de águas residuárias, industriais e urbanas, esgotos domésticos, águas pluviais e despoluição;
  • Uso racional e eficiente da água: gerenciamento, aproveitamento e reúso;
  • Uso de tecnologias de sensoriamento remoto na avaliação dos recursos hídricos;
  • Uso da água e da energia e aplicação de tecnologias inovadoras que promovam sua sustentabilidade;
  • Contaminantes emergentes (disruptores endócrinos, fármacos, resíduos orgânicos): detecção e remoção em sistemas de abastecimento de água;
  • Uso de membranas no tratamento da água;
  • Causas e consequências de florações de cianobactérias em mananciais de abastecimento de água;
  • Gerenciamento da água no meio urbano: novas tecnologias para minimizar alagamentos;
  • Eventos hidrológicos extremos e sistemas de alerta;
  • Impactos de mudanças climáticas nos recursos hídricos.

 

Estudantes do ensino médio podem inscrever trabalhos relacionados aos seguintes temas: 

 

  • Gestão de bacias hidrográficas;
  • Tratamento e reúso da água;
  • Água e saúde pública;
  • Uso da água para geração de energia;
  • Tecnologias para dessalinização da água.

 

KIT PEDAGÓGICO – A equipe do XXVII Prêmio Jovem Cientista propõe um kit pedagógico voltado aos professores do Ensino Médio que desejarem discutir o tema “Água” com seus alunos. O kit contém: um Caderno do Professor, com conteúdo, ilustrações e exemplos relacionados às linhas de pesquisa sugeridas; um Caderno com seis Planos de Aula; e 12 Fichas de Atividades para dar ideias de pesquisas aos estudantes. O material é distribuído gratuitamente às escolas e aos professores interessados e também estará disponível para download no site www.jovemcientista.cnpq.br

 

OFICINAS – Este ano, o Prêmio realizará Oficinas de Projetos Científicos para estudantes do Ensino Médio em nove capitais: Belém, Campo Grande, Curitiba, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, além do Distrito Federal. As oficinas, com duração de quatro horas, têm por objetivo orientar os interessados em participar do Prêmio. Cada escola participante poderá indicar de cinco a dez estudantes e um professor. As Oficinas ocorrerão em maio e junho e as chamadas serão feitas pelo Facebook: www.facebook.com/premiojovemcientista 

 

SBPC E VISITAS TÉCNICASO CNPq realizará lançamentos do Prêmio nas cinco regiões do país – notadamente no Nordeste, por ocasião da 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Além disso, vai promover, a partir de maio, visitas de divulgação a universidades e Fundações de Amparo à Pesquisa, com a participação de gestores estaduais de Ciência, Tecnologia, Inovação, Meio Ambiente, Educação e Recursos Hídricos. 

 

SOBRE O PRÊMIO JOVEM CIENTISTA 

 

O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, a Gerdau e a GE. Quatro categorias são premiadas: Mestre e Doutor, Estudante do Ensino Superior, Estudante do Ensino Médio e Mérito Institucional. Há ainda um prêmio de Mérito Científico para um pesquisador doutor que, em sua trajetória, tenha se destacado na área relacionada ao tema da edição. Os orientadores das três categorias principais e as escolas dos três classificados do Ensino Médio são agraciados com laptops, como forma de estimular e reconhecer a cadeia de aprendizagem. 

 

Na categoria Mérito Institucional são premiadas as duas instituições – uma do ensino médio e outra do ensino superior – às quais estiver vinculado o maior número de trabalhos, com mérito científico, inscritos nas categorias Mestre e Doutor, Estudante do Ensino Superior e Estudante do Ensino Médio. 

 

Premiações – Na categoria Mestre e Doutor, os vencedores são agraciados com R$30 mil (1º lugar); R$20 mil (2º lugar) e R$15 mil (3º lugar). Para Estudantes do Ensino Superior, os valores são de R$15 mil (1º lugar), R$12 mil (2º lugar) e R$10 mil (3º lugar). Estudantes do ensino médio classificados em 1º, 2º e 3º lugares ganham modernos laptops.  

 

No Mérito Institucional, serão pagos R$35 mil para cada uma das duas instituições. O pesquisador indicado para receber o Mérito Científico receberá R$20 mil.

 

O CNPq concede bolsas de estudo desde a iniciação científica até o pós-doutorado.  A GE oferece aos vencedores e orientadores visitas técnicas às suas unidades fabris e laboratórios de pesquisa. 

 

Histórico – Criado em 1981, o Prêmio Jovem Cientista  tem o objetivo de incentivar a pesquisa no país e é considerado um dos mais importantes reconhecimentos aos cientistas brasileiros. A entrega da premiação é feita pelo Presidente da República, em cerimônia que reúne parceiros, educadores e expoentes da ciência e tecnologia.

 

Os temas escolhidos a cada edição buscam soluções simples e acessíveis para os desafios da sociedade brasileira. Entre os assuntos abordados em edições anteriores estão “Saúde da população e controle de endemias”, “Oceanos: fonte de alimentos”, “Cidades Sustentáveis” e “Inovação Tecnológica nos Esportes”.

 

Para mais informações:  Approach

 

0 comentários