Ibracon estuda ampliar suas parcerias internacionais

A pauta da conversa foi o detalhamento das funções dos auditores no Brasil, bem como seu mercado de atuação, o investimento em capacitação, o perfil dos associados do Ibracon e as vantagens de prepará-los para atuar no exterior
 

Executivos do Ibracon (Instituto dos Auditores Independentes do Brasil) se reuniram nesta semana com representantes da organização global ACCA (Association of Chartered Certified Accountants), a Associação dos Contadores Públicos, que busca oferecer qualificações internacionais aos profissionais que almejam uma carreira promissora na área da Contabilidade, Finanças e Administração em outros países. O objetivo do Ibracon, ao recebê-los, é estender suas parcerias e trazer cada vez mais benefícios aos seus auditores independentes e contadores associados.

 

O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira, dia 7, na sede do Instituto, em São Paulo, e reuniu o diretor da ACCA da Itália, Pino Messina, a gestora de desenvolvimento de mercado da ACCA, Beth Lambert, o atual e a ex-presidente do Ibracon, Eduardo Pocetti e Ana María Elorrieta, e o superintendente geral do Instituto, Marco Aurelio Fuchida. A pauta da conversa foi o detalhamento das funções dos auditores no Brasil, bem como seu mercado de atuação, o investimento em capacitação, o perfil dos associados do Ibracon e as vantagens de prepará-los para atuar no exterior.

 

Ana Maria destacou, ainda, o sucesso do processo de convergência às normas internacionais de contabilidade, as IFRS (International Financial Reporting Standards), e afirmou que uma das barreiras para aumentar as conexões internacionais ainda é o idioma, já que o inglês não é falado por todos os profissionais da área contábil no Brasil.

 

“A ACCA é uma entidade globalizada, talvez a primeira na nossa profissão, e pode servir para nós em várias frentes. Uma delas é para consolidar e dar força de demonstração do conhecimento dos profissionais contábeis, por meio de um certificado internacional, e aumentar a presença dos brasileiros no exterior. A proposta de criar uma parceria com eles ainda será analisada pela Diretoria Nacional do Ibracon, mas avalio que há condições de agregar valor e trazer benefícios aos associados”, explica a ex-presidente do Instituto.

 

Assessoria

0 comentários