Fotógrafo corre o risco de perder a visão após ser atingido por bala de borracha

As manifestações tiveram um resultado muito negativo para os profissionais de comunicação
 

A noite do dia 13 de junho foi muito violenta. As manifestações no Rio e SP contra as passagens de ônibus foram marcadas pela violência e por vandalismo.  Além dos manifestantes, uma classe que trabalhava arduamente na cobertura e apuração dos fatos foi  atingida.  Vários jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas foram feridos.  Entre estes, um fotógrafo, que fazia a cobertura do protesto no centro da capital paulista, foi atingido por uma bala de borracha no olho e corre o risco de perder a visão. Sérgio Silva trabalha para agência Futura Press e está internado no hospital Nove de Julho.

 
 
 
 
De acordo com boletim médico, divulgado à familiares na madrugada desta sexta-feira (14), as chances de recuperação da visão do olho esquerdo do profissional são inferiores a 5%.  “Ele está sedado e estamos providenciando sua transferência para um centro médico especializado em oftalmologia”, disse Kátia Passos, esposa do fotógrafo.
 
 
 
 
Ainda de acordo com a esposa de Sérgio, ele estava na rua da Consolação, próximo a rua Maria Antônia, quando foi atingido pelo disparo. O fotógrafo foi socorrido por um professor que o acompanhava durante a manifestação.  
 
 
 
 
A esposa do fotógrafo, Kátia, voltava de viagem e ficou sabendo que seu marido havia sido ferido, ainda no aeroporto. “Cheguei a falar com ele por volta das 19h30 e ele estava bem. Um pouco depois eu tentei falar com ele outra vezes, já pelas às 20h e às 20h30, mas sem sucesso. Acho que foi nessa hora que ele foi atingido”, disse. 
 
 
 
 
  Kátia Passos/Divulgação  
Fotógrafo Sérgio Silva da Futura Press, que fazia a cobertura do protesto contra a alta da tarifa de transporte em São Paulo ontem no centro da capital paulista, foi atingido por uma bala de borracha no olho e corre o risco de perder a visão.
Sérgio Silva fazia a cobertura do protesto contra a alta da tarifa de transporte em São Paulo ontem no centro de SP.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.