Diretor de jornalismo do SBT luta contra a “percepção” de que entretenimento é prioridade na emissora

Parada destaca que “os veículos buscam na interatividade a sua diferença”
 

 

Diretor de jornalismo do SBT desde março de 2012 Marcelo Parada admite que “existe a percepção” por parte do mercado de que a emissora de Silvio Santos investe mais em entretenimento do que em jornalismo. O executivo cita ações que mostram a preocupação do veículo com a informação e descarta a interferência do magnata nas decisões editoriais dos noticiários.

Parada Thiago CarvalhoParada afirma que Silvio Santos não interfere em decisões editoriais (Imagem: Thiago Carvalho)“O Silvio, como acionista, evidentemente discute sobre os assuntos que lhe são mais caros, mas não interfere em nada no aspecto editorial. Jornalistas que trabalham e que trabalharam no SBT têm uma coisa em comum: todos dizem que em poucos lugares há tanta liberdade para trabalhar”, afirma o diretor ao Comunique-se.

 

 

Contando com 250 jornalistas em São Paulo e 500 em todo o Brasil, incluindo emissoras próprias e afiliadas, o canal projeta que o conteúdo noticioso ganhará mais espaço na grade de programação. Entre as mudanças recentes que mostram a preocupação com a informação, o SBT aumentou em uma hora o ‘Jornal do SBT Manhã’.

 

 

Questionado sobre a imagem que o mercado tem de que o veículo investe mais em entretenimento, preterindo conteúdos factuais, Parada reconhece que essa visão existe. O executivo reforça, contudo, que “talvez poucas emissoras tenham tanto jornalismo quanto o SBT. De manhã, o jornalismo começa às 4h e vai até às 9h”, diz, referindo-se ao ‘Jornal do SBT Manhã’.

 

 

Participação dos telespectadores
Antigo funcionário da rádio Eldorado, onde criou o “Ouvinte Repórter”, Parada destaca que “os veículos buscam na interatividade a sua diferença”. Pensando nisso, o SBT tem projetos em andamento para fazer com que o público participe mais ativamente da programação. “Temos ferramentas à disposição do espectador para que ele opine e participe. Agora, de forma mais ativa no jornal da manhã propomos questões e colocamos, por meio do Skype, de ligações telefônicas e e-mails, a participação dos telespectadores para reclamar, elogiar, dar opinião e se manifestar sobre os temas”.

 

COMUNIQUE-SE

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.