Ex-funcionária da Receita é condenada por roubar processos que autuam Rede Globo

A sonegação em questão estaria relacionada à compra dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002 pela Rede Globo, em 2006
 

Cristina Maris Meinick Ribeiro, ex-funcionária da Receita Federal no Rio de Janeiro, foi condenada a quatro anos e onze meses de prisão pela Justiça Federal por ter roubado três volumes de processos que autuam a Rede Globo por sonegar R$ 615 milhões da unidade do órgão em Ipanema, em 2007.  

 

 

Segundo o Jornal do Brasil, Cristina Maris está em liberdade e aguarda novo julgamento. Ela já havia sido presa preventivamente, em 2007, por crimes contra o fisco.

 

PORTAL IMPRENSA

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.