Inverno: época do ano ideal para degustação de vinhos

Sommelier da vinícola Nieto Senetiner sugere vinhos que agradam todos os paladares
 

A estação mais fria do ano cria a oportunidade perfeita para a degustação de vinhos. Para o sommelier da vinícola argentina Nieto Senetiner, Maurício Marcondes, o vinho aquece o corpo, um dos principais motivos para o alto consumo da bebida no inverno. “Em especial o vinho tinto, beneficiado pela temperatura ambiente média desta época – entre 16ºC e 18ºC, ponto ideal e que dispensa o resfriamento do produto”, ele explica.

Harmonizações

Para que os momentos de descontração no inverno sejam ainda mais saborosos, o sommelier sugere que a melhor pedida de acompanhamento para vinhos na estação são as massas, alimento versátil e facilmente absorvido pelo organismo – ideal para o frio, quando o corpo pede mais energia.

Mas como cada garrafa da bebida guarda em si um universo de possibilidades de combinação com alimentos, conheça as duas sugestões de harmonização do sommelier, com pratos típicos das estações mais frias do ano:

Fondue de queijo

Prato clássico dessa época do ano. Afundar pães variados cortados em cubos, numa panela cheia de queijos cremosos e saborosos pede o acompanhamento de um vinho branco mais encorpado. Mauricio sugere o Malbec DOC. Um clássico malbec argentino, com 12 meses de passagem por barricas de carvalho francês. Sua estrutura macia, aromas de frutas negras maduras e taninos harmoniosos combinam perfeitamente com este clássico do inverno.

Risoto de Funghi

Outro clássico que domina as mesas nas baixas temperaturas. O Risoto de Funghi é uma ótima pedida para manter o corpo aquecido. Para aproveitar ao máximo este prato, Mauricio sugere o Nieto Senetiner Reserva Malbec / Petit Verdot. “Aliada à sua Malbec a francesa Petit Verdot traz ao corte mais peso e aromas complexos muito interessantes, sendo uma combinação perfeita com o risoto de funghi”.

Saiba mais:

Nieto Senetiner Reserva – Malbec/Petit Verdot: em uma variação inovadora esse corte com a petit verdot apresenta uma nova dimensão ao clássico malbec. Com taninos macios e interessantes aromas frutados, este vinho é uma bela variação para os fãs da malbec argentina.

Malbec DOC: produzido 100% com a uva malbec, com taninos macios e muito harmonioso, o Malbec D.O.C. da Nieto Senetiner já se tornou um clássico. Sua estrutura o torna o acompanhamento perfeito para carnes grelhadas ou assadas.

Sobre a Nieto Senetiner

Desde 1888 instalada no coração de Luján de Cuyo (província de Mendoza) – historicamente conhecida como “Primeira Zona”, em altitude de 900 metros, apresenta condições de clima e solo ideais para cultivo de uvas com alta qualidade. A produção conserva características de excelência artesanais. A bodega foi a primeira da Argentina a obter certificação ISO 9002 (www.nietosenetiner.com).

Os vinhos da Nieto Senetiner são importados e distribuídos no Brasil pela Porto a Porto (região Sul) e Casa Flora (outras regiões). www.portoaporto.com.br / www.casaflora.com.br.

0 comentários