Reajuste para o consumidor residencial da Eletropaulo será 0,43%

Segundo a Aneel, o processo de revisão tarifária da Eletropaulo foi feito com atraso, o que gerou um crédito para os consumidores
 

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (2) o reajuste tarifário da empresa Eletropaulo Metropolitana, concessionária que fornece eletricidade para 24 municípios paulistas, incluindo a capital. Os novos valores começam a vigorar a partir desta quinta-feira (4).

 

 

Para os consumidores residenciais, classificados como de baixa tensão, o aumento será 0,43%. O efeito médio, no entanto, é zero para os clientes da empresa, porque, no caso dos consumidores de alta tensão, como indústrias, haverá redução de 0,87%. A empresa fornece energia para 6,5 milhões de unidades consumidoras no estado de São Paulo.

 

 

O presidente da Eletropaulo, Britaldo Soares, considerou o reajuste “equilibrado”, que atende ao interesse da empresa e dos consumidores. “Foi uma decisão equilibrada, pois atende ao interesse dos consumidores pelo efeito médio zero e preserva os interesses da companhia. Na realidade, estamos falando da continuidade do fluxo consistente de investimentos e de melhoria da qualidade do serviço”, disse.

 

Segundo a Aneel, o processo de revisão tarifária da Eletropaulo foi feito com atraso, o que gerou um crédito para os consumidores. A agência reguladora destacou ainda que os índices aprovados devem incidir na tarifa reduzida, de revisão tarifária extraordinária (RTE) anunciada em janeiro pelo governo federal.

 

 

De acordo com a agência reguladora, a RTE pode ser feita a qualquer tempo, a pedido da distribuidora, quando algum evento provocar significativo desequilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão ou em outros casos em que o impacto sobre as atividades das empresas seja devidamente comprovado.

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.