Dilma fez exames de rotina no Sírio-Libanês

Na ocasião, Dilma terá um encontro com o presidente da Bolívia, Evo Morales, para tratar da fuga do senador boliviano Roger Pinto Molina da embaixada brasileira em La Paz
 

A presidenta Dilma Rousseff aproveitou a agenda em Campinas (SP) e, antes de retornar a Brasília, foi ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde fez exames de rotina, informou a Secretaria de Comunicação da Presidência. Foi no Sírio-Libanês que Dilma fez tratamento para combater um câncer no sistema linfático, diagnosticado no início de 2009.

 

 

Com a decisão de ir ao hospital, a chegada da presidenta a Brasília, que estava prevista para as 18h, acabou ocorrendo somente às 21h40. Hoje, às 8h45, Dilma embarcou para Paramaribo, capital do Suriname, onde participa da reunião de cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Ela vai desembarcar às 12h e ir direto para o almoço em homenagem aos chefes de Estado e de Governo oferecido pelo presidente do Suriname, Desiré Bouterse.

 

 

Na ocasião, Dilma terá um encontro com o presidente da Bolívia, Evo Morales, para tratar da fuga do senador boliviano Roger Pinto Molina da embaixada brasileira em La Paz. Quarta-feira (28), Morales disse que o governo brasileiro deveria mandar de volta o senador para que responda às acusações de corrupção que pesam contra ele na Justiça boliviana.

 

Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.