Autorizado o início da operação comercial da Usina Hidrelétrica Jirau

A construção está a cargo do consórcio Energia Sustentável do Brasil, formado pelas empresas Suez Energy (60%), Eletrosul (20%) e Chesf (20%). Juntamente com a Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, Jirau compõe o Complexo do Rio Madeira
 

O Diário Oficial da União publica despacho da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que autoriza o início da operação comercial da Usina Hidrelétrica Jirau, em Rondônia. Instalada no Rio Madeira, a cerca de 120 quilômetros da capital, Porto Velho, Jirau terá capacidade instalada de 3.750 megawats (MW) e potencial para gerar energia limpa para cerca de 10 milhões de domicílios brasileiros.

 

 

A primeira das 50 unidades geradoras de 75 MW que compõem o projeto já estava ligada ao Sistema Interligado Nacional desde agosto, mas operando em regime de teste. Até o fim do ano, está prevista a entrada de até dez máquinas. Jirau é a maior usina de energia renovável registrada no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo das Nações Unidas.

 

 

A construção está a cargo do consórcio Energia Sustentável do Brasil, formado pelas empresas Suez Energy (60%), Eletrosul (20%) e Chesf (20%). Juntamente com a Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, Jirau compõe o Complexo do Rio Madeira.

 

Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.