Collor deporá na Justiça por calote em publicitários responsáveis por sua campanha

Senador contesta a dívida, apresentada pelo publicitário Lucas Pacheco
 

O ex-presidente Fernando Collor (PTB-AL) vai ter que depor na Justiça de Brasília na segunda-feira (23/9). Ele responde um processo em que é acusado de ter dado calote de R$ 1,4 milhão nos publicitários que fizeram sua campanha ao governo, em 2002.

 

 
De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, ao designar que Collor seja ouvido, a juíza Diva Pereira rejeitou a possibilidade de ele prestar depoimento em seu gabinete no Senado Federal. 

 

Para ela, a prerrogativa não pode ser aplicada a parlamentar que integra o polo passivo da causa. O ex-presidente contesta a dívida, apresentada pelo publicitário Lucas Pacheco.

 

 

Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.