São Paulo adere ao Sistema Nacional de Cultura

No estado, serão ampliados os 700 pontos de Cultura existentes e criados mais seis, voltados para a cultura indígena
 

O governo do estado formalizou a adesão ao Sistema Nacional de Cultura, um programa do Ministério da Cultura voltado ao estímulo e à integração de políticas públicas no setor. Em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, a ministra Marta Suplicy anunciou repasse anual de R$ 12 milhões, que serão somados à verba de R$ 6 milhões aplicada anualmente no setor pelo governo paulista. Segundo a ministra, o programa vai durar dois anos, com investimento total de R$ 36 milhões dos dois governos.

 

 

Marta disse que a iniciativa tornará a cultura mais presente nas cidades paulistas, que poderão se inscrever no programa pela internet. A ministra explicou que, para participar, a cidade deve cumprir uma série de requisitos. “Um deles é ter uma coordenadoria de cultura, se for uma cidade pequena, um fundo para serem feitos os repasses, uma comissão mista – sociedade civil e prefeitura – e um plano de cultura”, explicou.

 

 

Na capital paulista, está prevista a aplicação de R$ 6 milhões ao ano, além de R$ 3 milhões disponibilizados pela prefeitura. Com os recursos, serão criados 80 pontos de Cultura, ou seja, centros voltados ao estímulo de atividades como artes plásticas, música, dança, circo, teatro e cultura na terceira idade.

 

 

No estado, serão ampliados os 700 pontos de Cultura existentes e criados mais seis, voltados para a cultura indígena. “É um programa que vai crescer e ser levado a todo o estado, desde um município pequeno até a capital. Então, ele tem capilaridade”, ressaltou o governador Geraldo Alckmin.

0 comentários