Empregados de edifícios em São Paulo têm 8% de aumento salarial em outubro

Esse aumento foi definido no último dia 10, em negociação mediada pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo, e será aplicado apenas à categoria com data base em 1º de outubro
 

Cerca de 400 mil trabalhadores em edifícios da capital, do litoral e do interior do estado de São Paulo – como zeladores, faxineiros, serventes, manobristas e porteiros – vão ter reajuste salarial de 8% com o direito a ganhar o adicional já no salário de outubro, a ser pago em novembro. O piso de um zelador na cidade de São Paulo deve passar de R$ 966,57 para R$ 1.049,89.

 

 

Esse aumento foi definido no último dia 10, em negociação mediada pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo, e será aplicado apenas à categoria com data base em 1º de outubro. Na capital paulista, serão beneficiados 250 mil trabalhadores vinculados ao Sindicato dos Trabalhadores em Edifícios Comerciais e Residenciais de São Paulo (Sindifícios).

 

 

O presidente da entidade, Paulo Ferrari, disse que o valor “foi uma boa conquista”. Ele justificou que não estava havendo consenso em torno dos 12% que eram pleiteados e que o reajuste significa aumento real de cerca de 2%, tomando por base a possibilidade de a inflação oficial fechar outubro com variação acumulada perto de 6%. ”Seria perfeito se tivéssemos conquistado 10% de aumento para o piso e a cesta básica”, avaliou.

 

Agência Brasil

0 comentários