Green Project Awards Brasil divulga projetos finalistas

Prêmio de sustentabilidade realizado desde 2008 em Portugal e reconhecido pela Comissão Europeia e pela Comunidade de Países de Língua Portuguesa chega à segunda edição no Brasil
 

O Green Project Awards Brasil 2013 acaba de anunciar os finalistas das suas cinco categorias. O prêmio de sustentabilidade recebeu 188 inscrições de todo o Brasil. Os vencedores serão anunciados em cerimônia no dia 1º de novembro no Teatro Vivo, em São Paulo.

 

 

Os objetivos do Green Project Awards são estimular o desenvolvimento sustentável e mobilizar a sociedade para o tema. O GPA acredita que o reconhecimento público de boas práticas e bons projetos de sustentabilidade pode ajudar a cumprir esses objetivos, dando visibilidade a empresas, pessoas e instituições que promovam ações de sustentabilidade.

 

 

O prêmio chega em 2013 à sua segunda edição no Brasil. Em Portugal, existe desde 2008 e é uma iniciativa reconhecida pelo governo local, pela Comissão Europeia e pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP.

 

 

Em 2012 foram vencedores a Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais (Produto ou Serviço), o banco Itaú com o programa Bike Rio (Campanha de Mobilização), o projeto Corredores da Mata Atlântica do Instituto de Pesquisas Ecológicas (Pesquisa e Desenvolvimento) e o jovem José Fernandes Dantas Júnior, de Currais Novos (RN), com o projeto “Educação Ambiental nas Escolas Através de Jogos Interativos: criação de jogos interativos para combater o desperdício de água” (Iniciativa Jovem).

 

 

Para 2013 foi criada uma categoria nova: Gestão Eficiente de Recursos. Em quatro das cinco categorias do GPA apenas projetos com resultados comprovados podem- se inscrever. Todas as informações são analisadas pela KPMG – neste ano, dos 188 projetos inscritos, 151 passaram pela auditoria. A proposta do GPA é premiar resultados, não intenções. A única exceção é a categoria Iniciativa Jovem, onde os premiados são escolhidos pela ideia que tiveram e pela possibilidade de que essa mesma ideia seja reproduzida em outros locais.

 

 

O Green Project Awards Brasil é uma iniciativa da GCI, uma consultoria portuguesa especializada em sustentabilidade. Em cada país, o governo local é sempre um parceiro do programa. No Brasil, a co-realização é do INT (Instituto Nacional de Tecnologia), órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

 

 

Além de Brasil e Portugal, o GPA já chegou também a Cabo Verde e, no primeiro trimestre de 2014, devem ser lançadas as edições de Angola e Moçambique. A partir do ano que vem será entregue o prêmio CPLP – Green Project Awards para o principal projeto vencedor entre todas as categorias nos países envolvidos. A proposta é fomentar a cooperação econômica dos países de língua portuguesa e contribuir para a geração de sinergias em projetos de desenvolvimento sustentável entre os países membros da CPLP.

 

 

Conheça os projetos finalistas:

Categoria Iniciativa de Mobilização – campanhas e ações de sensibilização e informação.

  • PROCEL Edifica (Programa de Eficiência Energética Industrial) – Eletrobras – Rio de Janeiro
  • Procel Indústria (Programa de Eficiência Energética Industrial) — Eletrobras — Rio de Janeiro, RJ
  • REAAL (Rede de Aprendizagem e Ação Local) — Fibria Celulose —São Paulo
  • Vagalume, o verde — Hugo José Camarate — Rio de Janeiro
  • Portal Imagina na Copa — Mariana Ribeiro de Souza — São Paulo
  • Colhendo a Chuva – Pepsico — São Paulo
  • Brasil Sem Frestas, reciclagem de embalagens Tetrapak — Projeto Brasil Sem Frestas — Rio Grande do Sul
  • O rádio como agente transformador de realidades ambientais: a prática de ações sustentáveis na escola — Rádio Educativa Unujuí FM, RS
  • Informação e mobilização em prol do desenvolvimento local — SESI-PR
  • Heróis do Futuro — SESI-RJ

 

Categoria Pesquisa e Desenvolvimento – projetos que já tenham sido temas de dissertação ou publicação científica.

  • Desenvolvimento tecnológico para o aprimoramento do processamento de polpa e amêndoa do Baru (Dipteryx alata Vog). — Bruno de Andrade Martins – Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp
  • SmartWaste — Hewlett Packard – Alphaville, Barueri, SP
  • Geração de Energia e Produção de Nanotubos de Carbono a partir de Resíduos Sólidos — Joner Oliveira Alves e Jorge Alberto Soares Tenório – Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – USP
  • Equipamento de sinalização de rios e bacias hidrográficas e portal digital multimídia voltado ao seu cuidado — Maristela Mitsuko Ono – CNPq – Curitiba, PR
  • Aplicações Ambientais de resíduos da Mineração de carvão — Regina de Fatima Peralta Muniz Moreira – Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos da Universidade Federal de Santa Catarina

 

Categoria Gestão Eficiente de Recursos – soluções inovadoras para o aumento da eficiência no uso de energia, água, materiais e para a redução da produção, reciclagem/tratamento de resíduos e outros critérios com impacto ao nível das várias dimensões da sustentabilidade (ambiental, social e econômica).

  • Redução da utilização de aterro industrial com a cogeração de subproduto com valor agregado para o mercado —BASF S.A —Guaratinguetá, SP
  • CenterVale Plantando o Futuro —Centevale Shopping —São José dos Campos, SP
  • Vale Luz —Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) —BA
  • Projeto Novo Ciclo —Danone —MG
  • Casa Eficiente —Eletrosul —SC
  • Extração de óleo de sementes de maracujá proveniente de resíduos gerados por indústrias de suco —Extrair – Óleos Naturais —Bom Jesus do Itabapoana, RJ
  • Produção de álcool isoamílico integrada à produção de etanol hidratado —Faculdade de Engenharia de Alimentos – UNICAMP —Campinas, SP
  • Ecotinta —GED – Inovação, Engenharia e Tecnologia —SP
  • Projeto de eficiência energética na Votorantim Industrial —Votorantim Industrial —SP
  • Zero resíduo no processo de beneficiamento de zinco na unidade de Morro Agudo da Votorantim Metais —Votorantim Industrial —Paracatu, MG

 

Categoria Produto ou Serviço – projetos já concretizados, nas áreas de desenvolvimento social, economia, ética e ambiental.

  • Microfone Ecológico — Alô Som Componentes Eletrônicos da Amazônia — Manaus, AM
  • Loja da Sustentabilidade do Banco do Brasil —Banco do Brasil — DF
  • Programa para a Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura – Programa ABC — Banco do Brasil — DF
  • DIOX® – Sistema de produção de Dióxido de Cloro — Beraca — São Paulo, SP
  • Programa Peixe Vivo — Cemig Geração e Transmissão — MG
  • Posto Ecoeficiente Ipiranga — Ipiranga Produtos de Petróleo — RJ
  • Malha PET, o lixo que virou moda — Malwee Malhas — Jaraguá do Sul, SC
  • SOU — Natura — São Paulo, SP
  • Programa RC – Reciclagem de Cartão —RS de Paula Indústria e Comércio Gráfico — São Paulo, SP
  • Programa Ecofrota, Sustentabilidade na Gestão do Transporte — SPTrans (São Paulo Transporte) — São Paulo, SP

 

 

Categoria Iniciativa Jovem – iniciativas e/ou projetos criados e desenvolvidos por jovens (até aos 24 anos) ou movimentos universitários em prol da sustentabilidade.

  • Parada do Livro — Helena Abreu e Helena Aranha — São Paulo, SP
  • Concerto Sustentável: aprendendo a cuidar do meio ambiente cantando e brincando — José Fernandes Dantas Junior — Currais Novos, RN
  • Quero Verde — Ricardo Thaler Beck — São Paulo, SP
  • Ponto de Partida — Roberto Gonzaga da Silva — São Paulo, SP
  • Meu Lixo meu transporte: trocando recicláveis por crédito de transporte público — Willian de Negreiros Sertório — Mogi das Cruzes, SP

 

Assessoria

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.