Brasileiros se preparam para ir às compras

O estudo também buscou analisar como o consumidor brasileiro deve utilizar o 13º salário
 

Segundo um levantamento feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a expectativa de gastos do brasileiro para o Natal é de 30% a mais em relação ao ano passado. Entre os itens mais procurados estão roupas (73%), calçados (38%), perfumes/cosméticos (33%) e jogos/brinquedos em geral (33%).

 

 

A pesquisa também divulgou as formas de pagamento a serem utilizadas. Para os entrevistados o dinheiro representará 57%, o cartão de crédito parcelado (16%), o cartão de débito (12%) e o cartão de crédito à vista (9%). Já os locais preferidos para as compras devem ser shopping centers (44%), seguidos pelo comércio de rua (26%), lojas de departamento (11%) e pelas lojas online (9%).

 

 

Pensando neste público, algumas empresas já preparam promoções para o período. O empresário Jairo Bittencourt, fundador do Versão Masculina, site de produtos que acompanha as tendências mundiais do mercado masculino, prevê um aumento nas compras online e uma procura por produtos personalizados. “Quem busca o comércio online deseja conveniência e praticidade, que é a forma mais prática de atender este público e sanar suas necessidades de compra”.

 

 

O estudo também buscou analisar como o consumidor brasileiro deve utilizar o 13º salário. Metade dos entrevistados (51%) diz que pretende usar o recurso para fazer compras. No entanto, constatou-se que nada menos do que 67% daqueles que não pretendem usar o 13º para comprar presentes – 25% dos casos -, querem poupar ou investir esse recurso. Somente 16% pretendem quitar dívidas.

 

 

0 comentários