Seplag e Ceperj oferecem capacitação gratuita a servidores do Estado do Rio

O subsecretário também enfatiza que a RIG é uma oportunidade para os servidores estaduais se aperfeiçoarem como profissionais e conhecerem outros servidores que atuam com os mesmos processos
 

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) e a Fundação Ceperj realizam, até 19 de dezembro, cursos de capacitação referentes ao programa Rede Integrada de Gestão (RIG). Fazem parte da RIG: a Rede de Planejamento, de Orçamento, de Gestão de Recursos Humanos e de Logística.

Responsável pela governança do programa, o subsecretário de Modernização e Gestão da Seplag, Paulo Roberto Lopes Monção, esclarece que a ação visa padronizar os processos dando oportunidade para todos os atores envolvidos, tanto do órgão central quanto dos órgãos setoriais, apresentarem propostas de melhoria.

 

“Temos o objetivo de fazer com que a Rede seja uma conexão viva, com feedback de todos os órgãos. A consequência disso é a melhoria contínua dos processos”, afirmou.

 

Os cursos que estão sendo oferecidos neste momento são os primeiros passos para estabelecer o elo entre os agentes dos processos em questão.

 

“A expectativa é que futuramente haja outras ações, como encontros para debates presenciais e fóruns virtuais, visando à atualização e otimização dos processos”, disse Monção.

 

O subsecretário também enfatiza que a RIG é uma oportunidade para os servidores estaduais se aperfeiçoarem como profissionais e conhecerem outros servidores que atuam com os mesmos processos.

 

“Vale a pena. Essas capacitações proporcionam uma evolução pessoal e profissional, é uma forma de valorização das funções desempenhadas. Possivelmente, no futuro, esses cursos proporcionarão certificação, valorizando ainda mais os servidores e suas atividades. Quem não conseguir se inscrever agora provavelmente terá outras oportunidades, pois a intenção é que os cursos sejam ofertados permanentemente”,  explicou.

 

Nesta etapa, a Rede de Planejamento disponibiliza cinco disciplinas: Transparência e Responsabilidade para o Monitoramento do PPA; Organização Administrativa e Regionalização do Estado; Métodos Quantitativos para Monitoramento da Execução do PPA; Fundamentos de Administração Financeira Orçamentária; e Instrumentos de Planejamento Governamental.

A Rede de Pessoal possibilitará que os servidores se capacitem por meio das seguintes matérias: Noções de Administração Pública; Legislação de Pessoal; Sistema de Informação (SIGRH); e Redação Oficial. Já a Rede de Orçamento começará seu plano de treinamento instruindo os interessados sobre Sistema de Inteligência em Planejamento e Gestão (Siplag).

 

Agência Brasil

0 comentários