Espírito Santo tem 21 mortos vítimas das chuvas

O governo decretou situação de emergência em todas as áreas atingidas por desastres decorrentes das últimas chuvas
 

A Defesa Civil do Espírito Santo confirmou na manhã desta quinta-feira (26/12) que chega a 21 o número de mortos em consequência das chuvas que vêm ocorrendo este mês no estado. Os números referem-se aos óbitos ocorridos até quarta-feira (25/12), já que nesta quinta-feira nenhum caso  de morte foi registrado pelas autoridades capixabas.

 

O maior número de mortes (oito) ocorreu em Itaguaçu – quatro por soterramento e quatro por causas diversas. Em seguida vêm Colatina, que registrou seis óbitos, e Baixo Guandu, com quatro, além de Domingos Martins, Barra do São Francisco e Nova Venécia, cada um com uma morte registrada.

 

De acordo com os últimos dados divulgados na quarta-feira pela Defesa Civil Estadual, o total de pessoas desabrigadas em decorrência das chuvas era 48.001, das quais 4.565 recolhidas a abrigos e 44.036 em casas de parentes e amigos. Conforme o balanço, chega a 50 o número de municípios mais afetados pelos temporais no estado. O governo decretou situação de emergência em todas as áreas atingidas por desastres decorrentes das últimas chuvas.

 

Foram considerados com situação mais crítica os municípios de Colatina, Itaguaçu, Baixo Guandu, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá. Os bombeiros do Espírito Santo estão recebendo a ajuda de 78 bombeiros militares da Força Nacional e 24 do Rio de janeiro, além de 150 fuzileiros, também do Rio, equipados com embarcações para resgate de vítimas. Sete aeronaves das Forças Armadas também estão colaborando no socorro às vítimas, assim como quatro profissionais da Força Nacional de Saúde. Os dados são do Corpo de Bombeiros capixaba.

 

Agência Brasil

0 comentários