Reajuste de preços de combustíveis não será automático

A aplicação dos reajustes caberá à diretoria executiva da Petrobrás
 

A Petrobras informou nesta quarta, dia 4, em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários, que o reajuste de preços de seus combustíveis nas refinarias não será automático. Apesar de a empresa ter adotado nova metodologia para calcular o aumento de preços do diesel e da gasolina em 29 de novembro deste ano, a aplicação desses reajustes caberá à diretoria executiva.

 

 

A nova metodologia atrela o reajuste dos combustíveis ao preço de referência dos derivados no mercado internacional, à taxa de câmbio e à origem desse produto (isto é, se é brasileiro ou se é importado).

 

 

 

O comunicado também desmente especulações referentes à saída da presidenta da empresa, Graça Foster.

0 comentários