Espírito Santo atrai 20 mil turistas de Camarões e Austrália

Com investimentos em infraestrutura e qualificação profissional, estado se prepara para a chegada das duas seleções, de um grande número de conterrâneos, além de turistas brasileiros e estrangeiros
 

Atrativos não faltam ao estado que mistura tradições de índios, negros e europeus, povos que ajudaram na formação da cultura capixaba. Com um litoral de mais de 400 quilômetros de extensão, o encontro do mar com a montanha e a vida tranquila do interior compõem um mosaico de destinos que se integram em 10 roteiros turísticos oficiais, como mostra o mapa. Pelo menos 20 mil conterrâneos das seleções da Austrália e de Camarões estarão distribuídos pelos municípios vizinhos de Vitória, de acordo com a Secretaria de Turismo do estado. A previsão é de que a delegação da Austrália, com cerca de 45 pessoas, chegue no dia 29 de maio. Os treinos da equipe serão no estádio Engenheiro Araripe, da Desportiva Ferroviária, em Cariacica, na região metropolitana de Vitória. Já a delegação de Camarões deverá chegar ao estado em 7 de junho.

 

A capital capixaba tem localização privilegiada em relação a algumas cidades-sede da Copa, o que facilita o trânsito de turistas que pretendem se aventurar para além dos estádios: está distante pouco mais de 500 quilômetros do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte – e a menos de duas horas de voo de São Paulo, Brasília e Salvador. “O estado se prepara bastante para esse momento, realizamos investimentos em infraestrutura, qualificação e promoção. Temos a certeza de que o evento deixará um importante legado para a região”, afirma o secretário estadual de Turismo do Espírito Santo, Alexandre Passos.

 

Segundo o secretário, os investimento para melhorar a infraestrutura dos destinos estão na casa dos R$ 100 milhões em obras como a do Centro de Convenções de Vitória, de revitalização da orla do canal de Guarapari e projetos de Turismo Náutico. Outros R$ 5 milhões foram destinados à promoção do destino Espírito Santo nos principais mercados emissores e R$ 700 mil em programa de qualificação profissional somente em 2013. Mais de cinco mil trabalhadores foram formados, incluindo taxistas, garçons e recepcionistas de hotéis.

 

Nos próximos meses o governo local dará continuidade ao reaparelhamento dos centros de atendimento ao turismo, localizados nas principais portas de entrada do estado. Até o final de março, revela a Secretaria de Turismo, será lançado um site e com informações sobre a cidade de Vitória “e tudo que australianos e camaroneses precisam saber para ter uma ótima estadia na capital capixaba”.

 

0 comentários