MTur retrata ações do turismo em vídeos institucionais

Curtas revelam os principais esforços da pasta, como investimentos em qualificação profissional e infraestrutura turística
 

O Ministério do Turismo apresenta hoje o primeiro vídeo da campanha “Turismo em Cena”, uma série de oito curtas sobre as principais ações da pasta. Entre os temas abordados estão os programas de formação e qualificação profissional, investimentos em cidades históricas e turismo de negócios, além de avanços em competitividade, infraestrutura turística e reforço aos parques nacionais.

 

As ações vão contribuir para o cumprimento das metas previstas no Plano Nacional de Turismo 2013-2016, que prevê o crescimento do turismo interno e a chegada de estrangeiros, além de um acréscimo nos postos de trabalho no setor, impulsionando a competitividade do turismo brasileiro.

 

“Nossas metas são audaciosas, mas com trabalho e esforço conseguiremos cumprir os objetivos, entre eles, o de elevar o Brasil à condição de 3ª economia turística mundial até 2022”, afirma o ministro do Turismo, Gastão Vieira.

 

Qualificação profissional
Para garantir um bom atendimento ao viajante, o Ministério do Turismo tem investido na qualificação dos profissionais do setor, com cursos de línguas, aperfeiçoamento e intercâmbio, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec. Taxistas, agentes de turismo, policiais civis e militares, guardas municipais e corpo de bombeiros são alguns dos beneficiados pelos cursos, todos com foco no atendimento ao visitante.

 

No mês passado, 50 estudantes de Turismo embarcaram para Portugal para participar, durante dois meses, de um curso de qualificação na Escola de Hotelaria e Turismo da cidade de Setúbal. A iniciativa é resultado de um acordo de cooperação técnica entre o Ministério do Turismo, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o governo português.

 

Na escola portuguesa, além de estudar inglês, os intercambistas aprenderão técnicas avançadas de administração hoteleira – com foco nas áreas de gerência, supervisão de hotéis e enogastronomia, entre outras.

 

O MTur também tem investido na expansão dos Centros de Atendimento ao Turista (CATs), locais especializados no atendimento e orientação de turistas em mais de um idioma. Foram liberados R$ 37 milhões para reformas e construções de 105 CATs. Parte do recursos também será investida em unidades móveis, como vans e patinetes elétricos, que irão circular pelos principais centros de concentração de turistas.

 

Sede de grandes eventos esportivos, o Brasil se prepara para receber bem o grande público que circulará por aqui nos próximos anos. Só para a Copa do Mundo, são esperados 600 mil turistas estrangeiros.

 

0 comentários