Piloto morre no mesmo avião em que pediu a namorada em casamento

O acidente aconteceu durante uma aula de voo e também vitimou aluno Darlan Kabata dos Santos
 

O instrutor de voo Arthur Panseira Demétrio, 22, morreu ontem (29) na queda do mesmo avião em que pediu a namorada em casamento, há pouco mais de um mês, em Cachoeira do Sul (196 km de Porto Alegre). O pedido de casamento foi postado pelo piloto no YouTube dois dias antes da queda da aeronave.

 

 

No acidente, que aconteceu durante uma aula de voo, também morreu o aluno Darlan Kabata dos Santos, 31.

 

 

Demétrio retornava ao aeroclube da cidade em um voo de instrução com o aluno da cidade vizinha Santa Cruz do Sul quando ocorreu o acidente, por volta das 11h.

 

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto teria avisado pelo rádio o aeroclube sobre uma pane no avião, mas a aeronave caiu em uma lavoura a cerca de 3 km da pista do aeroporto.

 

 

Os bombeiros foram ao local para tentar socorrer o instrutor e o aluno, mas quando chegaram ao local eles já estavam mortos.

 

As causas do acidente serão investigadas, de acordo com os bombeiros.

 

No perfil de Demétrio no Facebook, amigos e desconhecidos deixaram mensagens lamentando a morte do piloto.

 

PEDIDO

Após três anos de namoro, Demétrio pediu a noiva Thays Pereira da Cruz em casamento, no dia 14 de dezembro do ano passado. Os pais do noivo viajaram de Tubarão (SC) a Cachoeira do Sul, onde Demétrio trabalhava para ajudar na surpresa a Thays.  Enquanto o piloto sobrevoava a região com o avião, os pais, o irmão e amigos se posicionaram com duas faixas na pisa de pouso do aeroclube. Em uma faixa estava escrito o nome da noiva e na outra o pedido de casamento. Surpresa, Thays aceitou o pedido e os dois trocaram alianças dentro do avião. O video, postado por Demétrio no YouTube, foi visualizado por mais de  60 mil pessoas.

 

 

 

FOLHA/UOL

0 comentários