Repórter de jornal é uma das 10 profissões mais estressantes para 2014

De acordo com pesquise em site norte americano
 

reporter

 

O site norte-americano CareerCast, especializado em mercado de trabalho, divulgou na quarta-feira, dia 8, uma lista dos empregos mais estressantes para 2014 nos Estados Unidos. A função de repórter de jornal aparece na oitava posição.

 
 
 
Segundo o G1, o levantamento é baseado em 11 fatores: frequência de viagens, potencial de crescimento, prazos, trabalho aos olhos do público, competitividade dentro da organização, exigências físicas, condições ambientais, risco de vida, perigos que podem ser enfrentados, encontro e interação com o público e vida de outras pessoas em risco.
 
 
 
 
A profissão de repórter aparece, entretanto, como menos estressante do que cargos do exército, dos bombeiros, piloto de companhia aérea, coordenador de eventos, executivo de relações públicas e executivo corporativo. Repórteres aparentemente se estressam mais do que policiais e taxistas norte-americanos, segundo a pesquisa. A lista completa das profissões mais e menos estressantes pode ser conferida no site do CareerCast, em inglês.
 
 
PORTAL IMPRENSA
 
 

 

0 comentários