Turismo com inovação e criatividade é o desafio para 2014

Reunião de balanço de gestão tratou de pautas prioritárias do setor – entre elas, está o foco na qualidade da prestação de serviço
 

A satisfação dos turistas que visitam as cidades brasileiras e que participarão da Copa de 2014 é o grande desafio do turismo em 2014. A ideia foi defendida pelo ministro do Turismo, Gastão Vieira, nesta sexta-feira (20), durante reunião de balanço de gestão da pasta. O encontro reuniu secretários, coordenadores e diretores da pasta.

 

 

Para o ministro, é preciso continuar pensando em oferta de serviços, mas não só: a qualidade do atendimento aos visitantes, do check-in ao check-out, será fundamental. “Temos que ser inovadores e criativos, prestando um serviço de qualidade em toda a cadeia produtiva do turismo. Vamos fazer com que o nosso visitante fale bem da gente”, disse Gastão.

 

O ministro destacou a importância do turismo para a geração de emprego e renda e o potencial natural do país para o setor. Entre as ações de sua gestão, ele mencionou a desoneração de energia elétrica para a hotelaria como um dos mais importantes avanços.

 

Para o secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz, um dos projetos para os próximos anos diz respeito ao reforço das câmaras temáticas do Conselho Nacional do Turismo. Ele destacou a publicação da portaria 311, que dá ao MTur o poder para advertir, multar, interditar e até pedir o cancelamento do registro de prestadores que atuam no mercado sem cadastro. Ele também citou a importância da portaria 312, que regulamenta o transporte turístico de passageiros. “É importante para o ministério essa aproximação com os guias de turismo”, disse o secretário.

 

Representando a Secretaria Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, o diretor Carlos Henrique Sobral apresentou os números de seu departamento, que faz a gestão da maior parcela do orçamento do ministério. De um total de R$ 3 bilhões, mais de 70% são para investimentos em obras de infraestrutura. Hoje, cerca de 2,6 mil municípios brasileiros possuem obras do MTur. “É um dos poucos ministérios que está com as contas em dia”, comemorou o diretor.

 

Outras ações e programas do ministério também foram colocadas em discussão, como o Viaja Mais Melhor Idade, o Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem (SBClass), o Sistema de Acompanhamento dos Contratos e Repasse (Siacor) e o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec Turismo).

 

Ministério do Turismo

0 comentários