Prorrogada atuação da Força Nacional para combater desmatamento

A portaria do Ministério da Justiça, que prorroga a permanência do efetivo, está na edição desta segunda-feira (24/03) do Diário Oficial da União
 

A Força Nacional de Segurança Pública continuará reforçando as operações policiais, em apoio ao Ministério do Meio Ambiente, de combate aos crimes ambientais na Amazônia, sobretudo o desmatamento ilegal, até o dia 28 de janeiro de 2015. A portaria do Ministério da Justiça, que prorroga a permanência do efetivo, está na edição desta segunda-feira (24/03) do Diário Oficial da União.

 

O pedido de apoio da Força Nacional na Amazônia foi feito pela ministra Izabella Teixeira, no dia 7 de março. Segundo a portaria, o número de policiais e as ações a serem desenvolvidas obedecerão ao planejamento definido pelos órgãos envolvidos na operação. O prazo do apoio prestado pela Força Nacional poderá ser prorrogado.

 

Desde 2013, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) conta com as operações Onda Verde e Hileia Pátria, na Amazônia Legal, para combater o desmatamento e outros crimes ambientais. De caráter preventivo, a Onda Verde começou em fevereiro do ano passado. Ela tem seis frentes atuando centradas em áreas críticas que respondiam por mais de 70% do desmatamento da Floresta Amazônica.

 

Em maio do ano passado, foi incorporada uma nova frente de trabalho, a Hileia Pátria, que conta com o apoio logístico e de inteligência do Exército e a atuação mais repressiva, para coibir a extração de madeira em terras indígenas e unidades de conservação. Segundo o Ibama, as operações continuam por tempo indeterminado e a Onda Verde incorporou as ações da Hileia Patria.

 

Agência Brasil

0 comentários