Papa se despede dos católicos

Bento XVI: 'A Igreja Católica está viva'
 

 

 

Em sua última audiência pública como líder da Igreja Católica, o Papa Bento XVI pediu que os milhares de fiéis presentes na Praça São Pedro e que acompanham o evento pela mídia orem pelos cardeais e pelo próximo sucessor de Pedro, o primeiro líder do cristianismo. Comovido ao olhar a multidão, ele sorriu e disse que a Igreja Católica continua viva.  “Estou comovido, vejo que a Igreja está viva – disse o Pontífice, após reconhecer que seu pontificado teve momentos difíceis. – Muito obrigado por terem vindo nessa minha última audiência pública. Agradeço a todos pelo apoio a essa decisão que tomei com plena liberdade. Nesse ano de fé, convido a todos a renovar a suas crenças”.

 

 

 

Bento XVI optou não por fazer o mesmo discurso em várias traduções, mas sim dividir o texto em diferentes línguas. Segundo analistas, o objetivo do Pontífice seria fazer um pronunciamento de caráter coletivo.  “Durante esse oito anos, sempre senti que na barca de São Pedro estava o Senhor. Sempre senti que a barca não era minha, não era nossa, mas sim do Pai. O senhor colocou ao meu lado muitas pessoas que me ajudaram e me sustentaram. Mas quando senti que as minhas forças tinham diminuído, pedi ao Senhor que me iluminasse para que eu tomasse a decisão mais justa. – disse Bento XVI em português. – Agradeço também a todos os fies de língua portuguesa. Envio a todos a benção apostólica. Obrigada”  – concluiu.

 

 

O Papa também reforçou que não pretende voltar à vida privada, sem encontros ou conferências. Segundo ele, sua meta é continuar servindo à Santa Sé.  “Minha decisão de renunciar ao ministério petrino não revoga a minha decisão de 19 de abril de 2005 (quando foi eleito e aceitou a ser o Papa). Não regresso à vida privada, a uma vida de viagens, encontros, conferências, etc. Não abandono a cruz, sigo um novo caminho com o Senhor Crucificado. Sigo a serviço do recinto de São Pedro.

 

 

Enquanto isso, o Twitter do Papa (@pontifex) divulgou uma mensagem na qual o religioso exorta o fiéis a sentirem a alegria de serem cristãos.

 

 

“Queria que cada um sentisse a alegria de ser cristão, de ser amado por Deus, que entregou o Seu Filho por nós”, diz o post.    Ao final da cerimônia, o Sumo Pontífice cantou com os milhares de fiéis a oração do Pai Nosso, acompanhada de um coro de religiosos e um órgão. Ao sair da plataforma que foi montada para o evento, Bento XVI por intensamente aplaudido pela multidão e acenou com sorrisos de dentro do papamóvel. Ele parou seu percurso diversas vezes para beijar crianças.

 

Fonte: Agência Globo

0 comentários