Mandela é internado para exames de rotina

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Internacional Nelson Mandela em defesa da luta pela liberdade, justiça e democracia
 

O ex-presidente da África do Sul e Prêmio Nobel da Paz, Nelson Mandela, de 94 anos, foi internado para exames médicos de rotina e, segundo comunicado oficial da Presidência, “não há razões para alarme”. O documento informa que os exames estão relacionados à anvaçada idade de Mandela, mas não indica por quanto tempo o líder sul-africano permanecerá internado nem informa para qual unidade hospitalar foi levado.

 

Em dezembro do ano passado, Mandela passou 18 dias internado no Hospital Militar de Pretória, capital administrativa sul-africana, por causa de uma infecção pulmonar, sendo submetido depois a uma cirurgia para a retirada de pedras da vesícula. Em janeiro, o governo assegurou, também por meio de nota oficial, que o ex-presidente havia se recuperado.

 

Sua última aparição em público ocorreu durante a Copa do Mundo de 2010, que ocorreu na África do Sul. Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, de 1994 a 1999, e recebeu o Prêmio Nobel da Paz, em 1993. Responsável pelo fim do regime de segregação racial na África do Sul, o apartheid, Mandela conquistou o respeito de adversários e críticos devido aos esforços em busca da paz.

 

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Internacional Nelson Mandela em defesa da luta pela liberdade, justiça e democracia. Em 2001, Mandela foi diagnosticado com câncer de próstata, mas, apesar do tratamento, fez campanha em favor do combate à aids, um dos principais problemas de saúde pública na África do Sul. Ao completar 85 anos, ele anunciou a aposentadoria.

 

Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.