Morte de Chávez é destaque na imprensa de Portugal

No Público, a capa do jornal anunciou a morte de Chávez, mas nas reportagens internas havia menções às complicações do estado de saúde e menos textos
 

A morte do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ocupou as páginas dos principais jornais de Portugal e os noticiários nas emissoras de televisão e rádio de Portugal. A relação entre Portugal e Venezuela é próximo devido ao elevado número de portugueses que vivem no país sul-americanos. As exportações de Portugal para a Venezuela saltaram de 17 milhões de euros, em 2007, para 1,1 bilhão, em 2010.

 

Pelos dados oficiais, 600 mil migrantes portugueses vivem na Venezuela, número considerado elevado para uma população de pouco mais de 10,5 milhões de habitantes. Portugal mantém um comércio intenso com a Venezuela com a exportação, principalmente, de navios, casas pré-moldadas e computadores.

 

Na imprensa venezuelana, Chávez aparece em meio a elogios e críticas. Os dois principais jornais do país, o Diário de Notícias e o Público, destacaram a morte do presidente de maneira distinta. O Diário de Notícias, apontado como um jornal simpatizante das causas socialistas, a morte de Chávez está na capa e em várias reportagens internas. A principal fotografia é do venezuelano com o semblante sério olhando para o horizonte.

 

No Público, a capa do jornal anunciou a morte de Chávez, mas nas reportagens internas havia menções às complicações do estado de saúde e menos textos. A imagem que ilustra as reportagens é de uma venezuelana chorando. Emissoras de rádio e televisão colocaram em discussão o futuro político da Venezuela e a disputa pela liderança na América Latina.

 

Chávez morreu às 16h47 (horário de Caracas) de ontem, aos 58 anos, vítima de complicações de um câncer na região pélvica. Em dezembro do ano passado, ele foi submetido à quarta cirurgia para a retirada de um tumor maligno. As últimas imagens de Chávez, divulgadas há duas semanas pelo governo, foram fotografias ao lado das duas filhas no hospital em Cuba, onde ele fazia um tratamento contra o câncer.

 

O anúncio da morte de Chávez foi feito pelo vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão. O corpo de Chávez será enterrado na sexta-feira (8), às 10h, em Caracas, na Venezuela.

0 comentários