Secretário-geral da ONU comemora libertação de 21 observadores filipinos

Esse foi o primeiro incidente do gênero desde que eclodiu o conflito na Síria
 

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, comemorou a libertação dos 21 observadores filipinos capturados por rebeldes sírios nos Montes Golã, na Síria, e fez um apelo para que seja respeitada a “liberdade de circulação” das equipes da ONU. Os observadores, que integram a força da ONU na região, foram capturados na quarta-feira (6).

 

Ban Ki-moon saudou os esforços de todos os que contribuíram para que a libertação do grupo e para o descolamento dos libertados para a Jordânia, com toda a segurança.

 

Uma tentativa anterior de resgatar os observadores havia fracassado. Um bombardeio das forças do regime sírio na região obrigou a caravana da ONU, envolvida na operação de resgate, a retornar.

 

Após negociações das Nações Unidas, um cessar-fogo temporário permitiu a retirada dos observadores destacados para as Colinas de Golã que, desde 1974, estão em grande parte ocupadas por Israel em um conflito com a Síria.

 

O grupo rebelde conhecido como Brigada dos Mártires de Yarmouk reivindicou a captura dos 21 capacetes azuis da ONU e reclamou inicialmente a retirada do exército sírio da região.

 

Esse foi o primeiro incidente do gênero desde que eclodiu o conflito na Síria.

 

Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.