Coreia do Norte rejeita acordo com a Coreia do Sul sobre funcionamento de parque industrial

A tensão na Península Coreana aumentou com as ameaças da Coreia do Norte de deflagrar uma guerra nuclear na região
 

O governo da Coreia do Norte rejeitou a proposta de diálogo com a vizinha Coreia do Sul sobre o futuro do complexo industrial conjunto de Kaesong, que corre o risco de ser fechado por falta de mão de obra norte-coreana. As atividades no parque industrial estão suspensas e as autoridades norte-coreanas indicam que podem tomar uma decisão definitiva. Desde o dia 3, a Coreia do Norte impede o acesso dos sul-coreanos ao complexo, que fica em território norte-coreano.

 

Na semana passada, o governo norte-coreano determinou a retirada de 53 mil operários do país que trabalham no local. Por meio dos veículos oficiais de imprensa da Coreia do Norte, as autoridades do país informam que a medida foi tomada em reação à posição de confronto da Coreia do Sul.

 

Nas últimas semanas, a tensão na Península Coreana aumentou com as ameaças da Coreia do Norte de deflagrar uma guerra nuclear na região. A guerra pode atingir os territórios do Japão, da Coreia do Sul e também dos Estados Unidos. O parque industrial de Kaesong reúne 123 empresas sul-coreanas. É uma parceria entre as duas Coreias: a do Sul entra com a tecnologia e o conhecimento, enquanto a do Norte envia operários. O complexo é o que resta dos esforços de reconciliação, após o congelamento das relações bilaterais em 2010. Em 2012, o volume de negócios somou US$ 469,5 milhões.

 

Fonte – Ag Brasil

0 comentários