Refugiados sírios superam 1,5 milhão, estima ONU

A estimativa foi anunciada pela Organização das Nações Unidas (ONU), que admite que o número pode ser maior, porque a contagem reflete apenas quem se registrou em organizações de ajuda humanitária
 

Mais de 1,5 milhão de sírios abandonaram o seu país devido ao conflito entre os rebeldes e as forças do regime do presidente Bashar Al Assad. A estimativa foi anunciada pela Organização das Nações Unidas (ONU), que admite que o número pode ser maior, porque a contagem reflete apenas quem se registrou em organizações de ajuda humanitária.

 

 

Segundo o porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), Dan McNorton, cerca de 250 mil sírios se registram em grupos humanitários todos os meses.

 

 

“Os refugiados nos dizem que o aumento de conflitos e a mudança no controle de cidades, particularmente em áreas de conflito, levam mais civis a abandonarem [o país]”, disse McNorton.

 

 

Ele acrescentou que existem rumores entre os exilados acerca de supostos riscos de segurança de se inscrever como refugiado.

 

 

Muitos sírios têm saído do país desde março de 2011, quando uma ofensiva aos protestos contra o regime do presidente Bashar Al Assad marcou o início de uma guerra civil, que já causou a morte a mais de 90 mil pessoas, segundo dados da ONU.

 

Agência Brasil

0 comentários