Estado de saúde de Mandela se agrava e presidente sul-africano cancela viagem

Mandela foi hospitalizado há quase três semanas, no último dia 8, em Pretória, devido a uma infecção pulmonar
 

O estado de saúde do ex-presidente da África do Sul e Prêmio Nobel da Paz de 1993, Nelson Mandela, de 94 anos, agravou-se nas últimas horas. A piora no estado geral de Mandela fez o presidente sul-africano, Jacob Zuma, cancelar a viagem, marcada para esta quinta-feira (27/06), a Maputo, capital de Moçambique – país que faz fronteira com a África do Sul.

 

 

Em comunicado divulgado pela Presidência da República, o governo informou que Zuma conversou com os médicos que asseguraram que “estão fazendo tudo para garantir o bem-estar” de Madiba (apelido de Mandela que significa O Conciliador).
O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, disse na quarta-feira (26/06) que o mundo reza por Mandela: “Um dos gigantes do século 20”. Ki-moon destacou o papel de Mandela na luta contra oapartheid (regime de segregação racial) na África do Sul.

 

“Eu sei que os nossos pensamentos e orações são para Nelson Mandela e sua família, assim como para os entes queridos, todos os sul-africanos e para as pessoas que foram inspiradas pela sua vida notável e pelo seu exemplo em todo o mundo”, disse. “Vamos mostrar a mesma convicção e a mesma motivação de trabalhar para o bem-estar e um futuro melhor para todos os africanos”, acrescentou o secretário.

 

Mandela foi hospitalizado há quase três semanas, no último dia 8 de junho, em Pretória, devido a uma infecção pulmonar.

 

Agência Brasil

0 comentários