Museu do Louvre deve expor crucifixo esculpido por Michelangelo do período do Renascimento

Depois de ser restaurado, o crucifixo será colocado em exposição.
 

O Museu do Louvre, em Paris, na França, se prepara para colocar em exposição um crucifixo do período do Renascimento da Itália, entre os séculos 14 a 16, que pode ter sido esculpido por Michelangelo (1475–1564). A escultura em madeira tem 44 centímetros e está repleta de detalhes anatômicos do corpo de Cristo.

 

Após vários testes e consultas com cinco especialistas, o Louvre informou que a escultura é obra de artista florentino de “grande talento” e que foi criada por volta do ano de 1500. Mas o museu reconheceu que ainda há dúvidas sobre a autoria da obra.

 

 

“Todos os especialistas disseram que era uma obra de muito boa qualidade. Alguns veem a mão de Michelangelo, mas outros não”, disse o chefe do Departamento de Escultura do Museu do Louvre, Marc Bormand. “A minha opinião é que é impossível determinar com certeza.”

 

 

O Departamento de Escultura do Museu do Louvre pretende apresentar o crucifixo como um trabalho com a seguinte inscrição: “[Autoria:] artista florentino por volta de 1500, Michelangelo?”.

 

Depois de ser restaurado, o crucifixo será colocado em exposição.

De acordo com especialistas, dos 70 anos dedicados à arte, Michelangelo defendia que a beleza e a harmonia devem ser associadas aos sentidos. Segundo ele, é importante unir o tato ao olhar.

 

Agência Brasil

0 comentários