Jornada Mundial para a Paz de 2014 tem fraternidade como tema

A Jornada foi instituída em 1968 pelo papa Paulo VI
 

“Fraternidade, fundamento e caminho para a paz” foi o tema escolhido pelo papa Francisco para a 47ª Jornada Mundial para a Paz, a primeira de seu pontificado. Celebrada no primeiro dia de cada ano, a Jornada Mundial pela Paz foi instituída em 1968, pelo papa Paulo VI.

 

De acordo com comunicado do Pontifício Conselho da Justiça e da Paz, o papa escolheu a fraternidade como tema porque, “desde o início do seu ministério como bispo de Roma, destacou a importância de superar a ‘cultura do descartável’ e promover a ‘cultura do encontro, para caminhar rumo à realização de um mundo mais justo e pacífico”.

 

Diante dos inúmeros dramas que atingem a família humana, como pobreza, conflitos, criminalidade organizada e fundamentalismos, a fraternidade é fundamento e caminho para a paz, acrescenta a mensagem. Tais dramas e a cultura do bem-estar fazem perder o sentido da responsabilidade e da relação fraterna.

 

Segundo o comunicado, desse modo, os outros, ao invés de nossos ‘semelhantes’, aparecem como antagonistas ou inimigos e, muitas vezes, como objetos. Não raramente, os pobres e os necessitados são considerados um “fardo”, que impede o desenvolvimento. Ou seja, não são mais vistos como irmãos, chamados a compartilhar os dons da criação, os bens do progresso e da cultura.

 

Como afirmou em várias ocasiões o santo padre, é a fraternidade que pode vencer o difundir-se da globalização da indiferença e enraizar-se em todos os aspectos da vida, inclusive na economia, nas finanças, na pesquisa científica e na política, conclui a mensagem do conselho.

 

Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.