Congresso dos EUA lança pré-acordo para facilitar saída de presos de Guantánamo

O pré-acordo não alterou, no entanto, a proibição da transferência de detidos para que sejam julgados no território dos Estados Unidos e a construção de novas instalações para alojar os presos
 

Os dirigentes dos comitês das Forças Armadas da Câmara e do Senado dos Estados Unidos anunciaram um pré-acordo para facilitar o processo de transferência de presos de Guantánamo, em Cuba, para outros países. O pré-acordo, anunciado na noite de ontem (9), será incluído na Lei de Orçamento da Defesa dos Estados Unidos e abrirá caminho para que cerca de 80 dos 162 detidos que continuam em Guantánamo sejam transferidos para outros países. Em 2008, o presidente americano, Barack Obama, prometeu fechar a penitenciária.

 

 

O pré-acordo não alterou, no entanto, a proibição da transferência de detidos para que sejam julgados no território dos Estados Unidos e a construção de novas instalações para alojar os presos.

 

 

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, comprometeu-se, em maio deste ano, a traçar um plano de transferência de presos a países que tenham manifestado disponibilidade em receber os detidos de Guantánamo. Mais da metade dos detidos na cadeia estão em condições de ser transferidos.

 

Agência Brasil

0 comentários